iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/01 - 17:40

África do Sul goleia e encerra jejum de gols com Parreira
Em jogo-treino contra a Suazilândia, treinador testou 28 jogadores e Bafana Bafana venceram por 6 a 2

Levi Guimarães, especial para o iG Esporte

CIDADE DO CABO (África do Sul) - Carlos Alberto Parreira finalmente viu seus atacantes marcarem gols desde que voltou ao comando da seleção sul-africana. E muitos gols. Neste sábado, os anfitriões da Copa de 2010 encararam um jogo-treino contra a Suazilândia no estádio Chatsworth, em Durban, e venceram por 6 a 2.

Apesar de não ser sequer considerado um amistoso oficial, o jogo serviu para que os Bafana Bafana voltassem a receber elogios, o que não acontecia desde a Copa das Confederações, quando, apesar das derrotas, o time se apresentou de forma convincente na semifinal contra o Brasil e na decisão do terceiro lugar contra a Espanha.

Algumas das manchetes da imprensa local em relação à vitória foram “Bafana esmaga a Suazilândia”, “Bafana está seis vezes melhor” e “Começo de ano deslumbrante para os Bafana Bafana”.

O resultado também ajudou a fortalecer a idéia de Parreira de apostar nos jogadores “locais” para a Copa do Mundo. Como muitos atletas que defendem clubes europeus não tem sido titulares em suas equipes, a comissão técnica teme que eles se apresentem fora de forma.

Por isso, 29 jogadores, todos de times sul-africanos, estão participando do atual período de concentração em Durban. E 28 deles atuaram no jogo deste sábado. A única exceção foi o goleiro, Moeneeb Josephs, que deve ser titular no amistoso da próxima quarta-feira contra o Zimbábue, mas contra a Suazilândia cedeu espaço aos menos experientes Emile Baron e Itumeleng Khune.

Ao contrário do que aconteceu nos dois primeiros amistosos após a volta de Parreira, quando a África do Sul passou os 90 minutos dos duelos contra Japão e Jamaica sem conseguir balançar as redes, desta vez os gols saíram logo no começo do jogo.

O atacante Gert Schalkwyk, do Orlando Pirates, foi o responsável por abrir o placar, logo aos 2 minutos. Ele mesmo marcou o segundo, aos 25 min, e aos 35 min Katlego Mphela, do Mamelodi Sundowns, fez 3 a 0. Antes do intervalo, o time permitiu que a Suazilândia descontasse com Dennis Masina.

Na segunda etapa, com 11 outros jogadores, os Bafana Bafana não perderam o ritmo. O meia Franklin Cale, do Sundowns, fez o quarto gol aos 11 min e o quinto aos 20 min, logo depois que a Suazilândia havia marcado pela segunda vez, com Siza Dlamini. Já nos acréscimos, Thulani Serero, do Ajax Cape Town, fechou o placar marcando 6 a 2 para a África do Sul.


Leia mais sobre: Carlos Alberto Parreira África do Sul

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Getty Images

parreira

Carlos Alberto Parreira
Comandante da África do Sul apostou nos jogadores locais durante o amistoso

Topo
Contador de notícias