iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/01 - 13:50

Folha salarial do Coritiba cai pela metade em 2010
Em 2009, o Coxa desembolsava cerca de R$ 1,5 milhão por mês em referência aos vencimentos de seus jogadores

Gazeta Esportiva

Rebaixado para o Campeonato Brasileiro da Série B, o Coritiba passa por um momento de grande reformulação de seu elenco para a temporada de 2010. Com a diminuição de investimentos, o clube precisou rever seu orçamento e os cortes realizados pela diretoria já chegaram a reduzir metade dos gastos da equipe.

Em 2009, o Coxa desembolsava cerca de R$ 1,5 milhão por mês em referência aos salários de seus jogadores. Apenas Marcelinho Paraíba, que acertou sua transferência para o São Paulo, era responsável por R$ 150 mil. Depois de pouco mais de um mês, a folha salarial está estipulada em R$ 700 mil.

E este número pode ficar ainda menor nos próximos dias. Ainda sem acerto, o goleiro Edson Bastos e o atacante Marcos Aurélio podem deixar o Coritiba e deixar os gastos mensais do clube em apenas R$ 550 mil.

Esta redução de custos é consequência do rebaixamento da equipe para a segunda divisão nacional. Em novembro de 2009, antes do término do Campeonato Brasileiro, o conselho do clube havia aprovado uma verba de R$ 51 milhões para a temporada seguinte. Com o descenso à Série B, as contas foram refeitas e a intenção é gastar cerca de R$ 31 milhões em 2010.

"Tivemos uma perda de 50% da cota de televisão, as receitas com sócios, a possibilidade de perdermos dinheiro de bilheteria, são vários os fatores que provocaram essa diminuição no orçamento do clube", explicou Vilson Ribeiro de Andrade, vice-presidente do Conselho Administrativo do Coxa à Gazeta do Povo.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias