iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/12 - 23:53, atualizada às 07:32 17/12

Marta "apanha", mas faz dois gols e garante Brasil 100% na final

Violência das chinesas não foi suficiente para parar a seleção, garantida na decisão do Torneio Internacional Cidade de São Paulo no Pacaembu

Gazeta Esportiva

  • Leia mais sobre futebol no iG Esporte


O Brasil enfrentou dois desafios na noite desta quarta-feira: a seleção da China e, principalmente, a violência das adversárias. Mesmo com dois obstáculos à frente, as comandadas do técnico Kleiton Lima derrotaram as asiáticas por 3 a 0 e ganharam confiança antes de encararem o México na decisão. Mais uma vez, o show ficou por conta da craque Marta, que superou a 'caça' promovida pelas adversárias e fez grandes jogadas durante o duelo.

A vitória sobre as chinesas garantiu o Brasil com 100% de aproveitamento na primeira fase do torneio paulista. Com nove pontos em três embates, a seleção do técnico Kleiton Lima enfrentou dificuldades dentro de campo, mas conseguiu eliminar as rivais do torneio. Com somente três tentos somados, as asiáticas viram as mexicanas superá-las no saldo de gols, perdendo um lugar na decisão.

Domingo será o último dia de disputas do Torneio Internacional Cidade de São Paulo. Finalistas, Brasil e México brigam pelo título da competição a partir das 16 horas (de Brasília). Por outro lado, China e Chile entram em campo às 13h30, em confronto válido pelo terceiro lugar. Ambos os duelos serão realizados novamente no Pacaembu.


O jogo
Garantido na decisão, o Brasil começou a partida buscando o ataque, principalmente pelas jogadas laterais. Dessa forma, a seleção nacional chegou com perigo aos cinco minutos, quando Cristiane dominou na ponta direita e cruzou para a segunda trave. Após falha da zagueira chinesa, a ala esquerda Rosana sobrou livre dentro da área, mas pecou na finalização e chutou a bola por cima da meta de Zhang Yanru.

Conforme a tempo avançara no marcador, o Brasil apresentava-se mais solto dentro de campo. Aos oito, Marta dominou livre à frente da área e arriscou o chute. A trajetória da bola surpreendeu a camisa 1 chinesa mas, para azar da brasileira, a redonda explodiu no travessão.

O ímpeto inicial apresentado pelas brasileiras acabou diminuindo, especialmente pelo avanço da defesa chinesa. Precisando de, no mínimo, um empate para ir à final, as asiáticas cresceram no confronto e passaram a ameaçar o time da casa. Entretanto, a China pecava a hora de distribuir o último passe, facilitando o serviço da goleira Andréia Suntaque.

A partida ficou sem muitas emoções, com ambos os times errando muitos passes. Consequentemente, a qualidade técnica da partida acabou caindo muito. Dessa forma, a Rainha Marta tratou de demonstrar sua genialidade mais uma vez. Aos 41 minutos, a camisa 10 dominou à frente da área e driblou três marcadoras até ser derrubada na área. Na cobrança, ela mesma bateu com categoria para sentenciar o primeiro gol brasileiro.

Precisando do gol para avançar à decisão, a China retornou melhor ao segundo tempo e criou a primeira grande chance aos dois minutos. A meia Ma Xiaoxu deu um belo passe de calcanhar para Pang Fengyue, que cortou Renata Costa e chutou forte. Bem posicionada, a goleira Andréia Suntaque fez a defesa e afastou o perigo iminente do empate.

O Brasil respondeu aos oito minutos, após reposição mal cobrada pela goleira Zhang Yanry. A bola chegou com velocidade para Maurine, que invadiu a área e chutou por cima do gol. Com mais espaço dentro de campo, já que a China subiu sua formação dentro de campo e buscou pressionar o campo defensivo, o time de Kleiton Lima investiu nos contra-ataques para superar o rival.

Tranquila dentro de campo, a seleção brasileira teve a maior oportunidade de ampliar o marcador aos 26 minutos. Depois de outra saída errada da camisa 1 chinesa, Cristiane aplicou um lindo chapéu na goleira adversária, mas pecou na finalização e chutou rente à trave direita.

A insistência brasileira surtiu efeito aos 29 minutos. Depois de cruzamento da direita, a atacante Grazielle, do Botucatu, antecipou a defesa chinesa e cabeceou com firmeza, sem chance para a camisa 1 da China. O gol desestabilizou completamente as rivais, que seguiram apelando às faltas.

O tirunfo acabou concretizado aos 42 minutos, quando Maurine recebeu belo passe e apenas rolou para Marta. Com muita tranquilidade, a Rainha tocou com a perna esquerda, sem ninguém à frente, e saiu para comemorar. A partir de então, o Brasil apenas controlou a posse de bola e ouviu os gritos da torcida para comemorar mais uma vitória e, de quebra, uma vaga na decisão do torneio internacional. 

México goleia e faz final com Brasil - Na preliminar da partida brasileira, a seleção do México massacrou o Chile pelo placar de 6 a 0 e alcançou sua primeira vitória na competição. De quebra, as jogadoras do técnico Leonardo Cuellar garantiram a classificação à final do Torneio Internacional Cidade de São Paulo.

Com o resultado positivo, o México terminou a primeira fase com três pontos e dois gols de saldo. A vitória brasileira sobre a China interferiu imediatamente na classificação mexicana, já que as asiáticas entraram nesta última rodada com a mesma diferença entre gols marcados e sofridos mas, depois da derrota para as donas da casa, viram a vantagem sucumbir para um negativo. Número que sentenciou o fracasso da vice-campeã mundial de 1999.


FICHA TÉCNICA
- BRASIL 3 x 0 CHINA


Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 16 de dezembro de 2009, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Público: 3.642
Renda: R$ 25.747,50
Árbitro: Philippe Lombard
Assistentes: Maria Nubia Leite e Alexandra Rodolpho
Cartões Amarelos: Grazielle (Brasil); Liu Huana e Zhang Yanru (China)

Gols: BRASIL: Marta, aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 42 minutos do segundo tempo, e Grazielle, aos 29 minutos do segundo tempo

BRASIL: Andréia Suntaque; Renata Costa, Aline Pellegrino e Janaína (Andreia Rosa); Maurine, Ester, Fran (Daiane) e Rosana; Marta, Érika (Grazielle) e Cristiane
Técnico: Kleiton Lima

CHINA: Zhang Yanru; Liu Huana, Gao Yan, Yuan Fan e Li Danyang; Pang Fengyue, Zhang Na, Xu Yuan e Ma Xiaoxu (Ma Jun); Liu Sa (Bi Yan) e Han Duan (You Jia)
Técnico: Shang Ruihua


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Marta comemora gol do Brasil

Marta
Atacante do Brasil marcou duas vezes e ajudou Brasil a avançar à final

Topo
Contador de notícias