iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/12 - 23:18

Felipão "elimina" Costa do Marfim da Copa e elogia Ronaldo

"Analisando de uma perspectiva normal, Brasil e Portugal deverão se enfrentar já classificados", disse o treinador, que trabalhou nas duas seleções

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Técnico pentacampeão do mundo com o Brasil e vice-campeão europeu com Portugal, Luiz Felipe Scolari não hesitou ao apontar os dois times do grupo G, considerados por Kaká como o mais difícil da Copa do Mundo, classificados à segunda fase do Mundial da África do Sul. Ao opinar sobre o torneio, Felipão 'eliminou a Costa do Marfim, e colocou Brasil e Portugal nas oitavas de final. Além de fazer uma previsão sobre o time nacional, o treinador elogiou o atacante Ronaldo, do Corinthians, e demonstrou confiança de que o Fenômeno poderá estar no grupo de Dunga.

"Analisando de uma perspectiva normal, Brasil e Portugal deverão se enfrentar já classificados. Acho que sobrou para a Costa do Marfim, não", opinou o treinador, nesta noite de terça-feira, quando recebeu uma homenagem na cidade de São Paulo. Confiante no desempenho das duas seleções, o treinador do Bunyodkor não titubeou na hora de apontar o time pelo qual irá torcer no Mundial da África do Sul.

Na tabela do Mundial, o Brasil encara a Coreia do Norte na estreia, no dia 15 de junho. Cinco dias depois, os pentacampeões mundiais encaram a Costa do Marfim pela segunda rodada da chave. Em 25 do mesmo mês, enfim, o time sul-americano encerra participação na fase de grupos diante dos lusos.

"Fiquei cinco anos em Portugal e lá tenho um filho, amigos... é um povo que nos deu muito apoio quando precisamos. Vou torcer de coração para eles, mas não posso dizer que ficarei dividido. Sou brasileiro", sentenciou Felipão.

Depois de apostar na recuperação de Ronaldo para a Copa de 2002, quando o jogador convivia com uma difícil recuperação de uma lesão no joelho, Scolari mostrou otimismo quanto ao desempenho do atacante corintiano no primeiro semestre de 2010. Para o comandante, o Fenômeno tem totais condições de atuar na África com a camisa da seleção brasileira, o que concretizaria o quinto mundial do maior artilheiro das Copas.

"Trata-se de um jogador que se supera. Se quiser, o Ronaldo pode se superar, melhorar o físico e dar dor de cabeça a quem acha que ele está fora de ritmo", disse o treinador campeão do mundo em 2002.


Leia mais sobre: Felipão Ronaldo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

ronaldo

Ronaldo
"Ele pode se superar e dar dor de cabeça a quem acha que ele está fora de ritmo", diz Scolari

Topo
Contador de notícias