iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/12 - 13:29

Armero vê torcida com raiva, mas fala em permanência
"Tenho contrato com o Palmeiras por mais dois anos e espero que a diretoria queira continuar com meu trabalho", disse

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Em seu primeiro ano no futebol brasileiro, o lateral esquerdo Armero já pôde sentir o nível de pressão dentro do Palmeiras, com o ônibus do clube sendo apedrejado e a agressão ao atacante Vagner Love. Ainda assim, o atleta pensar em ficar no Verdão.

Em seu primeiro ano no futebol brasileiro, o lateral esquerdo Armero já pôde sentir o nível de pressão dentro do Palmeiras, com o ônibus do clube sendo apedrejado e a agressão ao atacante Vagner Love. Ainda assim, o atleta pensa em ficar no Verdão para a próxima temporada.

"Tenho contrato com o Palmeiras por mais dois anos e espero que a diretoria queira continuar com meu trabalho. Estou em um grande clube e quero dar grandes alegrias aos torcedores", afirmou o camisa seis, em entrevista ao portal futebolred.com.

Armero reconhece que toda a turbulência vivida pelo clube está relacionada com a queda de rendimento na reta final do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras chegou a ter cinco pontos de vantagem na liderança. Agora, reza por uma combinação na última rodada para ser campeão.

"Os torcedores estão com raiva, muito bravos mesmo", definiu Armero, que saiu, porém, em defesa de Vagner Love, que acabou agredido por três integrantes de uma facção organizada na saída de um banco da capital paulista.

"Penso que a decisão que tomaram contra o Vagner Love não é correta. No futebol, existem vitórias e derrotas, mas ainda não estão totalmente encerradas as nossas chances de título", emendou o colombiano.


Leia mais sobre: Armero Palmeiras

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias