iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/11 - 15:27

"Quando tentam nos acuar a gente cresce", diz Miranda

Já o lateral-esquerdo Júnior César garante que o time não se deixará abalar pelas derrotas sofridas fora de campo

Agência Estado

SÃO PAULO - Um dia depois de o técnico Ricardo Gomes afirmar que os desfalques provocados pelas punições ao volante Jean e aos atacantes Dagoberto e Borges irão "fortalecer" emocionalmente o São Paulo na reta final do Campeonato Brasileiro, os jogadores do time do Morumbi reforçaram o discurso do treinador nesta sexta-feira, após o treino realizado pela manhã.

O zagueiro Miranda insinuou que o fato de o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ter punido Jean, Dagoberto e Borges pelas expulsões ocorridas na partida contra o Grêmio, no Olímpico, é uma tentativa de atrapalhar o São Paulo na busca pelo seu quarto título brasileiro consecutivo.

"Quando tentam nos acuar a gente cresce, reage, porque não vamos ficar aceitando as decisões passivamente. O elenco vai se superar e mostrar que o São Paulo é muito forte", afirmou.

Já o lateral-esquerdo Júnior César garante que o time não se deixará abalar pelas derrotas sofridas fora de campo. "Estamos chateados por tudo o que aconteceu nesta semana, porém vamos dar o máximo em campo e superar tudo isso. Vamos unir forças, brigar até o fim, porque temos gás pra isso. O São Paulo não vai morrer no meio do caminho", prometeu.

O meia Jorge Wagner, por sua vez, disse que o elenco do São Paulo tem um elenco forte o suficiente para não sofrer com a ausência dos jogadores que cumprirão suspensão. "Desde janeiro a gente vem conversando que todos teriam chances ao longo do ano e, por se tratar de grandes jogadores, o São Paulo vai se superar, vai se sair bem dessa situação. Temos respeito pelo Botafogo, mas apesar de tudo temos plenas condições de vencê-los lá (no Engenhão, no próximo domingo). É isso que buscamos", analisou.

Além de Jean, Dagoberto e Borges, o São Paulo não contará com o meia Hugo e o zagueiro André Dias, que cumprirão suspensão por terem tomado o terceiro cartão amarelo após trocarem agressões na partida contra o Vitória, além do zagueiro Rodrigo, que se recupera de uma fratura na mão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias