iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/11 - 18:02

Tribunal ainda não recebeu pedido de efeito suspensivo e situação de são-paulinos segue indefinida

Auditor do STJD aguarda o pedido de efeito suspensivo do São Paulo, o que deve acontecer ainda na noite desta quinta-feira

Marcelo Monteiro, iG São Paulo

RIO DE JANEIRO - Ao contrário do que chegou a ser noticiado durante a tarde, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ainda não recebeu o despacho protocolado pelo São Paulo, pedindo a liberação de Dagoberto, Borges e Jean para enfrentar o Botafogo, no próximo domingo, no Rio de Janeiro. Ontem, os jogadores foram suspensos por três jogos, devido às expulsões na partida contra o Grêmio (empate em 1 a 1), em Porto Alegre.

De acordo com uma fonte ligada ao Tribunal, o auditor Francisco Müssnich, da segunda instância do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), ainda não recebeu o pedido de efeito suspensivo do São Paulo, o que é aguardado para a noite desta quinta-feira. O julgamento do recurso está marcado para a próxima quinta-feira, dia 26.

Neste novo julgamento, caso seja mantida a punição, Borges, Dagoberto e Jean não poderão atuar nas últimas duas rodadas do Campeonato Brasileiro, contra Goiás e Sport.

Para obter o efeito suspensivo, os advogados do São Paulo alegaram que foram cometidos vários equívocos durante o julgamento, como não levar em conta os atenuantes (serviços prestados à seleção brasileira e a primariedade).

Além disso, o São Paulo afirmou que a pena de Dagoberto foi agravada porque os auditores consideraram que o jogador debochou do árbitro, sorrindo após sua expulsão contra o Grêmio.

Para o departamento jurídico do São Paulo, o sorriso de Dagoberto após a expulsão representava apenas sua incredulidade com o cartão vermelho.

* Com Gazeta Esportiva


Leia mais sobre: São Paulo STJD

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm

borges dagoberto sao paulo

Borges e Dagoberto
Atacantes poderão ser escalados pelo técnico Ricardo Gomes na partida de domingo

Topo
Contador de notícias