iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/11 - 14:14

Fluminense esquece Brasileiro e foca Cerro Porteño
"Não podemos pensar no Brasileiro agora, senão as coisas podem se complicar muito diante do Cerro Porteño"

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Os torcedores do Fluminense estão vibrando com o atual momento do time, que está próximo de deixar a zona de degola do Campeonato Brasileiro. Mas a competição nacional não é a prioridade no meio de semana. O foco nas Laranjeiras é o Cerro Porteño (Paraguai), em jogo de volta das semifinais da Copa Sul-Americana, às 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, no Maracanã.

"Não podemos pensar no Brasileiro agora, senão as coisas podem se complicar muito diante do Cerro Porteño. O pensamento no Fluminense é sempre cumprir o papel que deve ser cumprido e agora o foco é conquistar a vitória diante do Cerro Porteño", disse o técnico Cuca. "Só estamos conseguindo os bons resultados porque estamos olhando para um adversário de cada vez".

A situação nas semifinais da Copa Sul-Americana é muito mais tranquila do que no Brasileiro. Além de depender das próprias forças para garantir a vaga na decisão, o Tricolor ganhou a partida de ida por 1 a 0, no Paraguai, e agora pode empatar que mesmo assim disputará a final. Porém, apesar desta realidade, o elenco concorda que o foco é mesmo o time paraguaio.

"O jogo contra o Cerro Porteño será complicado, pois é uma competição de mata-mata e, se formos mal nesta quarta-feira, não teremos uma nova chance de recuperação. O Campeonato Brasileiro é muito difícil, mas temos que pensar em um compromisso de cada vez", comentou o lateral direito Mariano.

Para o jogo contra o Cerro Porteño, o Fluminense não poderá contar com o lateral esquerdo Dieguinho, que não foi inscrito na competição continental. O elenco tricolor voltou a trabalhar nesta segunda-feira apenas para um trabalho regenerativo. Na terça à tarde, Cuca define o time com um trabalho tático nas Laranjeiras, que vai anteceder o período de concentração.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias