iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/11 - 21:23, atualizada às 01:16 16/11

Inter bate Santos, ameniza 'guerra' e volta ao G-4

Com vitória por 3 a 1, Inter sobe para 56 pontos e ultrapassa Cruzeiro e Atlético-MG na briga pela Libertadores

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Os ânimos foram apaziguados no Beira-Rio neste domingo. Após declarar ter vindo para a 'guerra' no Inter, o técnico Mário Sérgio viu sua equipe derrotar o Santos por 3 a 1 e garantir sua volta ao G-4 do Campeonato Brasileiro, acabando com os indícios de crise no time gaúcho.

Com a vitória, que acaba com um jejum de três jogos sem triunfos, o Inter chega aos mesmos 56 pontos do Atlético-MG, mas leva vantagem no saldo de gols, assumindo a quarta colocação. Já o Santos estaciona nos 45 pontos e ainda segue na zona de classificação para a Copa Sul-americana de 2010.

No próximo domingo, o Santos recebe o Coritiba na Vila Belmiro, às 17 horas (de Brasília). Mais tarde (às 19h30) no mesmo dia, o Inter fará um confronto direto por uma vaga na Libertadores contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte.

Assista aos gols:


O jogo (veja como foi a partida lance a lance no Placar iG)
O início da partida no Beira-Rio foi marcada pelo equilíbrio. O Santos teve maior posse de bola nos primeiros minutos, mas foi o Inter quem assustou. Giuliano recebeu na intermediária e bateu colocado, mas a bola passou ao lado do gol de Felipe.

De volta ao time titular após a boa atuação no segundo tempo contra o Náutico, Neymar tratou de responder com um chute de canhota que passou ao lado esquerdo de Lauro. Logo na sequência, após cobrança de falta, Pará subiu livre e desviou para fora.

Depois de tomar dois sustos, o Inter tratou de reagir. Na primeira chance, Marquinhos cabeceou e Felipe fez grande defesa. Na jogada seguinte, o goleiro santista operou um milagre após Eli Sabiá desviar contra o próprio gol.

Contudo, aos 25 minutos Felipe nada pôde fazer. Alecsandro achou Danilo Silva entrando na área pela direita. O lateral se esticou todo e, já quase caído, bateu cruzado para abrir o placar.

Embalado pelo gol, o Inter demorou apenas três minutos para ampliar. Alecsandro recebeu na área e chutou, mas Felipe rebateu. Na sobra, a bola chegou a tocar na mão de Adaílton e sobrou para Marquinhos empurrar para as redes.

Abalado pelo gol, o Santos só voltou a ameaçar aos 42 minutos. Neymar chegou à linha de fundo pela esquerda e cruzou para Paulo Henrique, que caiu na área e ficou pedindo pênalti. Sem ligar para as reclamações santistas, o Inter foi ao ataque e criou perigo com um chute de D'Alessandro que passou ao lado do gol de Felipe.

O segundo tempo começou com um ritmo forte. Logo no primeiro minuto, Neymar rolou para Ganso, que bateu para fora. A resposta do Inter veio no desvio de Alecsandro. Felipe espalmou e ainda viu a bola tocar na trave.

A trave voltaria a impedir o segundo gol do Inter aos oito minutos, quando D'Alessandro recebeu pela esquerda e soltou a bomba. Quatro minutos depois, o Inter voltou a ameaçar em cobrança de falta de Andrezinho, que passou sobre a meta adversária.

O Santos, então, resolveu reagir. Após boa troca de passes do ataque da equipe, Madson, na entrada da área, chutou para fora. Contudo, aos 18 minutos, Felipe Azevedo, que havia substituído justamente o camisa 11 do Peixe, cruzou da direita e Neymar empurrou para o gol.

Após tomar o gol, o Inter teve uma grande chance de matar o jogo com Alecsandro, que recebeu de Guiñazu e, de frente para Felipe, chutou para fora. O time da casa teve mais uma boa oportunidade aos 31 minutos, em um chute de Kleber defendido pelo goleiro santista.

Porém, foi D'Alessandro que decretou a vitória do Inter. Aos 39 minutos, o argentino fez a jogada, dividiu com a zaga santista e, de pé direito, chutou para selar o triunfo do time da casa depois de três rodadas.

No final da partida, Felipe Azevedo e Jean ainda tiveram chances para descontar, mas Lauro salvou o Inter e garantiu a festa no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA - INTER 3 X 1 SANTOS

Local:
Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 15 de novembro de 2009, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Arílson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: Belmiro da Silva e José Carlos Oliveira dos Santos (ambos da BA) Cartões amarelos: Guinãzu e Daniel (Inter); Rodrigo Souto e Felipe Azevedo (Santos)
GOLS: INTER: Danilo Silva, aos 25 minutos, e Marquinhos, aos 28 minutos do primeiro tempo; D'Alessandro, aos 39 minutos do segundo tempo. SANTOS: Neymar, aos 18 minutos do segundo tempo

INTERNACIONAL
Lauro; Danilo Silva (Daniel), Índio, Bolívar e Kleber; Sandro, Guiñazu, Giuliano, D'Alessandro e Marquinhos (Taison); Alecsandro (Glaydson).Técnico: Mário Sérgio

SANTOS
Felipe; Pará, Adaílton, Eli Sabiá e Triguinho; Rodrigo Mancha, Rodrigo Souto, Madson (Felipe Azevedo) e Paulo Henrique Lima; Neymar (André) e Kléber Pereira (Jean). Técnico: Wanderley Luxemburgo


Leia mais sobre: Internacional Santos Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Internacional

Internacional
Equipe afastou a má fase e venceu o Santos por 3 a 1, voltando para o G-4

Topo
Contador de notícias