iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/11 - 12:15

Possível chegada de Roberto Carlos preocupa Triguinho
"A história do Roberto Carlos no futebol é indiscutível. Sem dúvida, se ele se vier, vai ser um grande reforço. Mas, antes disso, a diretoria tem que ver como que fica a situação de quem já estava aqui"

Gazeta Esportiva

SANTOS - Tratada praticamente como uma promessa eleitoral da chapa Rumo Certo, comandada pelo atual presidente do Santos, Marcelo Teixeira, a possível chegada do lateral esquerdo Roberto Carlos à Vila Belmiro já começa a causar impacto no grupo de jogadores do Peixe. O primeiro a se manifestar sobre a possível contratação do ala esquerdo, ex-seleção brasileira, Palmeiras e Real Madrid (Espanha), que atualmente defende o Fenerbahce (Turquia), foi Triguinho.

Dono da posição nas últimas rodadas - com exceção do jogo contra o Náutico, no último sábado, em que Léo atuou porque Triguinho estava suspenso -, o jogador, que está emprestado ao Alvinegro Praiano pelo São Caetano até o término da temporada, se mostrou pessimista quanto à possibilidade de permanecer no clube, caso Roberto Carlos venha realmente a ser anunciado como reforço da equipe para 2010.

"A história do Roberto Carlos no futebol é indiscutível. Sem dúvida, se ele se vier, vai ser um grande reforço. Mas, antes disso, a diretoria tem que ver como que fica a situação de quem já estava aqui. Porque o Roberto Carlos chegando, um dos laterais que estão aqui devem ficar até fora do banco (de reservas), o que é bem ruim. Se for este o caso, daí é preciso cada um procurar o que é melhor para a sua carreira", disse Triguinho, em entrevista à Rádio Cultura.

Para o ala, caso a contratação de Roberto Carlos se confirme, provavelmente ele acabará tendo que deixar o Santos. Isto porque, além de Roberto Carlos, o time teria a opção do veterano Léo, ídolo da torcida, para a reserva. E como Léo ainda tem contrato com os santistas até janeiro de 2011, Triguinho acredita que seria mais fácil para a cúpula alvinegra não renovar o seu contrato, mantendo dois atletas de renome para a lateral esquerda.

"Acho que se tiver que sair alguém para a chegada dele, a corda arrebenta em quem é mais fraco. O Roberto Carlos tem uma grande trajetória no futebol e o Léo tem muita história aqui no Santos. Então, acho que se for para 'arrebentar', a corda vai acabar estourando em mim mesmo", concluiu.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias