iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/11 - 10:01

Para afastar fantasma da Série B, Santos recebe Náutico

Santistas, 13° colocados da competição, têm 42 pontos e dependem de mais três para respirarem aliviados; partida acontece no Pacaembu

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - De olho em uma vaga na Copa Sul-americana de 2010 e querendo afastar definitivamente o fantasma do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Santos recebe o Náutico, neste sábado, às 18h30 (horário de Brasília), no Pacaembu, pela 34° rodada do Campeonato Brasileiro.

Depois de frequentar durante um bom período a zona do rebaixamento em 2008, o Peixe está experiente com relação ao assunto e, por isso, deseja ganhar do Timbu para se garantir matematicamente na elite do futebol nacional na próxima temporada. Os santistas, 13° colocados da competição, têm 42 pontos e, caso cheguem a 45, estarão livres definitivamente da ameaça de queda para a segunda divisão.

"Vai ser um jogo difícil, duro. Mas vamos jogar como time grande. Temos que nos impor e buscar a vitória a todo momento. Não podemos facilitar para o Náutico. Vamos procurar fazer os gols e segurar lá atrás, para não deixar eles sobreviverem. É a lei da sobrevivência: temos que matar todo mundo até o final", afirmou o zagueiro Eli Sabiá, que retomou a posição de titular, barrando Astorga da equipe.

O atacante Kléber Pereira concordou com Sabiá. Para o centroavante, que volta ao Peixe após cumprir suspensão automática diante do Flamengo (pelo terceiro cartão amarelo), os alvinegros devem se preocupar apenas em garantir matematicamente o Santos na primeira divisão, independentemente do Náutico estar na zona do rebaixamento - os pernambucanos estão na 18° colocação, com 35 pontos ganhos.

"A gente tem que pensar no Santos. Até porque, eles queriam estar na situação da gente, que não é cômoda, mas se tivéssemos ganhado mais duas partidas, nós estaríamos disputando uma vaga na Copa Libertadores. Por isso, vamos procurar ter mais atenção para conseguir a vitória. Vamos esquecer os problemas do Náutico e pensar somente no Santos, para somar pontos e buscar alguma coisa no Brasileirão", comentou o camisa 9, se referindo a uma vaga na Sul-americana.

E para este confronto, o técnico Vanderlei Luxemburgo terá apenas dois desfalques. O lateral esquerdo Triguinho recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Flamengo e está fora. O veterano Léo entra em seu lugar. Além disso, o volante Germano também está suspenso e não pode atuar contra o Timbu. Felipe Azevedo, que vinha sendo titular, vai para a reserva. Com isso, Róbson irá receber mais uma chance como titular.

Nas demais posições, a única dúvida fica por conta de Pará. Luxemburgo deverá definir apenas momentos antes de a bola rolar em que posição ele irá atuar, se como ala direito ou volante. Caso seja mantido na lateral, o volante Rodrigo Mancha também permanece no meio. Porém, caso o treinador opte por Pará no meio de campo, Luizinho entra na direita.

Se o Santos quer vencer para respirar aliviado quanto ao rebaixamento, o Náutico vem a São Paulo esperançoso na luta contra a queda para a Série B. Isto porque os alvirrubros vem de uma vitória no 'clássico dos clássicos' contra o Sport, no último final de semana, o que credencia a equipe a buscar uma reação para escapar das últimas colocações do torneio.

Mas a tarefa não será fácil. Ainda mais porque o técnico Geninho conta com uma série de problemas para escalar o seu time, especialmente no setor defensivo. Sem Vagner (suspenso pelo STJD), e com Cláudio Luiz e Asprilla lesionados, o treinador poderia dar uma nova chance a Negretti. Só que isso dificilmente deve acontecer, pois o defensor está retornando de uma lesão no tornozelo e ainda precisaria de um melhor condicionamento físico para suportar os 90 minutos.

Desta forma, o volante Nilson ou o lateral esquerdo Anderson Santana podem atuar naquele setor, mantendo o Timbu no esquema com 3-5-2. E, apesar de todos esses problemas, o Náutico está confiante de que pode surpreender o Peixe.

"A vitória no clássico era muito importante e ela veio. Agora é dar continuidade ao trabalho que estamos realizando e buscar somar pontos também fora de casa. Só dependemos de nós mesmos (para sair do Z-4)", disse o atacante Carlinhos Bala, presença garantida no ataque alvirrubro no Pacaembu, ao lado de Bruno Mineiro, que é a sensação dos alvirrubros na competição. O jogador marcou sete gols em sete rodadas, desde que foi contratado junto ao América-MG.

FICHA TÉCNICA
SANTOS X NÁUTICO


Local: Estádio Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 7 de novembro de 2009, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (SC)
Assistentes: Alcides Zawaski Pazetto e Kléber Lúcio Gil (ambos de SC)

SANTOS: Felipe; Pará, Adaílton, Eli Sabiá e Léo; Rodrigo Mancha (Luizinho), Rodrigo Souto, Róbson e Paulo Henrique Lima; Jean e Kléber Pereira
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

NÁUTICO: Glédson; Fernando, Nilson (Anderson Santana) e Márcio; Patrick, Johnny, Aílton, Irênio e Michel; Carlinhos Bala e Bruno Mineiro
Técnico: Geninho


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias