iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/10 - 00:05

Com facilidade, Santos goleia Formas Íntimas e vai à final

Na Libertadores feminina, goleada por 5 a 0 sobre colombianas no Pacaembu teve gol de Marta e dois de Cristiane, expulsa na comemoração

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Marta e Cristiane novamente deram um show de talento nos gramados brasileiros. Nesta sexta-feira, a dupla foi fundamental na classificação do Santos à final da Copa Libertadores da América Feminina. Em partida realizada no estádio do Pacaembu, as Sereias da Vila golearam o Formas Íntimas, da Colômbia, pelo placar de 5 a 0 e garantiram um lugar na decisão do torneio continental.

Destaques da competição, as atletas da seleção brasileira encontraram muita facilidade na partida e demonstraram grande entrosamento dentro de campo e monopolizaram as atenções no Paulo Machado de Carvalho. Com um sistema defensivo frágil das adversárias, Marta e Cristiane tiveram muita liberdade para criarem jogadas e anotarem cada uma um gol no encontro desta noite.

Na final do torneio, o Santos terá pela frente o Universidad Autonoma, do Paraguai, que derrotou na preliminar o Everton, do Chile por 1 a 0 e também estarão na decisão. Com o triunfo, as paraguaias mantiveram a campanha perfeita, semelhante às brasileiras, e chegam para encarar as Sereias com cinco vitórias na competição.

Gazeta Press
mar
Marta corre para o abraço


O jogo
A partida no estádio do Pacaembu começou truncada e com muitas e faltas. Como esperado, as Sereias encontraram uma adversária muito fechada e com muitas marcadoras no meio-campo. Contudo, logo aos seis minutos, o Santos abriu o placar. Após cobrança de escanteio pela direita de Marta, Aline desviou para o meio da pequena área e Maurine teve o trabalho de apenas tocar para dentro das redes.

Depois de abrir o placar, as donas da casa cresceram ainda mais na partida e balançou as redes novamente com 11 minutos. Érika aproveitou a desatenção das colombianas e cobrou falta com velocidade para Cristiane. A atacante cortou com categoria a zagueira e chutou de perna esquerda para anotar o segundo.

Com espaços para criar, o Santos seguiu dominando a partida e quase aumentou a vantagem em duas oportunidades, ambas originadas pelos pés da craque Marta. Aos 15, a melhor jogadora do mundo fez bela jogada pela esquerda e cruzou na direção de Erika, a bola passou a centímetros da atacante. Em seguida, a camisa 10 driblou três marcadoras e chegou à linha de fundo. O passe foi nos pés de Cristiane, mas a artilheira do torneio acabou bloqueada.

Entretanto, aos 24 minutos, as Sereias da Vila aumentaram o marcador. Depois de escanteio da esquerda, a capitã Aline subiu mais alto que a defesa do Formas Íntimas para anotar mais um tento e praticamente definir o resultado.

O Santos seguiu melhor dentro de campo e envolvendo a defesa colombiana com toques rápidos. Destaque às jogadas de Maurine e Marta pela ala direita, local de maios fragilidade da retaguarda do Formas Íntimas. De tanto insistir, a camisa 10 encerrou a primeira etapa com 'chave de ouro'. Aos 45, após linda arrancada, a santista driblou a goleira Sandra Milena e tocou para anotar o quarto.

Depois de 45 minutos que selaram a vaga à final da Libertadores, o Santos retornou do intervalo mais tranquilo e por pouco não balançou a rede mais uma vez. Aos três minutos, a meia Fran recebeu na ponta direita, deu um corte lindo na zagueira e, da entrada da área, tentou por cobertura. Caprichosamente, a bola tocou na trave e minou quinto grito de gol dos santistas no Pacaembu.

Encontrando uma adversária frágil e cansada, as Sereias da Vila diminuíram o ritmo conforme o cronometro avançava no cronômetro. Dessa forma, Marta e Cristiane aproveitaram para esbanjar habilidade para o público presente. O técnico Kleiton Lima deu-se ao luxo de substituir a atacante Erika, uma das destaques na campanha desta primeira Libertadores Feminina.

Em ritmo lento, o Santos buscou pressionar as rivais novamente a partir dos 35 minutos. Contudo, Sandra Milena impediu uma goleada maior, especialmente após cabeçada de Aline, originada de um escanteio cobrado pela craque Marta. Ainda deu tempo da artilheira Cristiane marcar mais um gol. Entretanto, após pular no alambrado para comemorar, recebeu o cartão vermelho, desfalcando o time da Baixada Santista na final.

Assim, depois e cinco partidas, 34 gols marcados, apenas dois sofridos e 100% de aproveitamento, o Peixe retorna a uma final de Libertadores, desta vez, na versão Sereias.


Leia mais sobre: Santos Formas Íntimas

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação/Local

Santistas comemoram no Pacaembu

Gol das "Sereias"
Time feminino do Peixe não teve dificuldades para chegar à decisão do torneio continental

Topo
Contador de notícias