iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/09 - 16:05

Presidente do Lyon se justifica por polêmica em jogo contra PSG
Jean-Michel Aulas esteve no vestiário do árbitro no intervalo do jogo de domingo, o que provocou repreensão dos adversários

Trivela.com

PARIS (França) - A visita do presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, ao vestiário do árbitro no intervalo da última partida contra o Paris Saint-Germain irritou o rival. De acordo com o PSG, o juiz Freddy Fautrel teria sofrido pressão de Aulas, o que o teria levado a validar o gol de Gomis, em posição de impedimento, que empatou o jogo em 1 a 1 quando o time da casa vencia.

O diretor geral dos lioneses, Olivier Blanc, explicou na quarta-feira que a presença de Aulas no vestiário se deu pois o presidente queria “se desculpar pela atitude de Joël Bats (expulso por reclamação), e o oficial o convidou para se explicar no local, onde os dois ficaram por alguns instantes”.

Nesta quinta-feira, Aulas declarou ao L’Equipe que “já me conhecem, de 22 anos de experiência na Ligue 1, e sabem muito bem que eu não iria até o vestiário do árbitro se ele não tivesse me convidado”, justificou-se, incomodado. Após a contestação da marcação do gol dos adversários por parte do presidente do OL, o juiz o teria chamado para conversar. “Eu o sou uma pessoa que respeita. Aceitei sua decisão”, completou Aulas, descartando qualquer tipo de pressão. 'A delegação estava presente.', concluiu.

Leia mais sobre: PSG Lyon

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias