iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/09 - 23:46

Botafogo vence Emelec pela Sul-Americana

Placar de 2 a 0 no Engenhão dá boa vantagem para o Alvinegro na partida de volta das oitavas, no Equador

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Botafogo derrotou o Emelec, do Equador, por 2 a 0, em partida válida pelas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana, disputada na noite desta quarta-feira no Engenhão. O resultado deixou o time alvinegro em ótima condição para conseguir a classificação para a próxima fase. O time comandado por Estevam Soares pode perder até por um gol de diferença em Guayaquil na próxima semana para seguir na competição.

O resultado premiou a maior disposição ofensiva da equipe carioca, que dominou a partida durante os 90 minutos. Já o Emelec entrou com a intenção de segurar o ímpeto e, quando sofreu os gols, não teve forças para reagir e buscar um resultado melhor.

O Botafogo volta a jogar neste domingo contra o Vitória, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro.


O jogo
Com apenas um atacante, o Botafogo começou a partida tentando partir para o ataque diante de um adversário retrancado, que parecia mais preocupado em se defender. E a marcação equatoriana não deixava o time carioca criar boas jogadas. E, para piorar a situação, o apoio dos laterais se mostrava ineficiente porque Thiaguinho e, principalmente Gabriel, não conseguiam acertar os cruzamentos.

Só aos nove minutos é que o time dirigido por Estevam Soares chegou à área equatoriana com perigo. Gabriel cruzou da esquerda, a zaga equatoriana rebateu com defeito e a bola sobrou para André Lima, que ajeitou para Renato bater para fora.

O Botafogo só voltou a ameaçar aos 20 minutos em cobrança de falta de Juninho que passou raspando à trave de Elizaga. O time carioca seguia dominando a partida, mas errando muitos passes, causando a irritação da torcida, que passou a vaiar alguns jogadores, principalmente o lateral esquerdo Gabriel. O meia Renato desperdiçou duas oportunidades aos 28 e 30 minutos, concluindo mal quando tinha chances de abrir o placar.

A equipe do Emelec praticamente não ameaçava o gol de Jéfferson e o Botafogo voltou a criar oportunidades aos 39 e 41 minutos. Primeiro com o zagueiro Mina, que foi cortar um cruzamento e quase marcou contra e depois com Jônatas, bloqueado na hora de concluir.

Quando tudo indicava que o primeiro tempo terminaria empatado, o Botafogo abriu o marcador aos 45 minutos. Lúcio Flávio lançou Gabriel que cruzou para a área e Renato se antecipou aos zagueiros para cabecear firme para colocar a bola nas redes equatorianas.

O segundo tempo começou com o time visitante mais adiantado, mas foi o Botafogo que criou a primeira chance aos quatro minutos, quando Jônatas arrancou desde o meio campo e rolou para Gabriel, mas o chute do lateral subiu muito e não levou perigo ao gol de Elizaga.

A resposta do Emelec veio aos sete minutos em cruzamento para a área alvinegra que Mendoza desviou de cabeça com grande perigo para o goleiro Jéferson. Aos 10 minutos, Raponi cruzou da esquerda e quase surpreendeu o goleiro Jefferson, que se assustou quando a bola bateu na junção das duas traves antes de sair.

No Botafogo, o meia Jônatas era o mais lúcido, mas suas jogadas não eram aproveitadas pelos companheiros. Aos 16 minutos, Gabriel errou na saída de bola e proporcionou um ataque perigoso para o Emelec, mas o zagueiro Emerson travou o chute do jogador equatoriano e evitou o gol do empate.

Aos 18 minutos, o Botafogo ampliou quando o zagueiro Juninho, deslocado pelo lado esquerdo, se livrou da marcação e cruzou para a cabeçada certeira de André Lima.

Depois de assegurar a boa vantagem, o Botafogo recuou para defender o placar e tentar aproveitar a velocidade de Ricardinho nos contra-ataques. Entretanto, a saída de Jônatas para a entrada de Fahel acabou com a criatividade do meio-campo alvinegro, que passou a ficar limitado a chutes de longa distância, que não levavam perigo ao gol equatoriano.

Aos 41 minutos, o Botafogo perdeu uma ótima chance de marcar o terceiro gol, quando Ricardinho foi lançado por Lúcio Flávio e acertou a trave direita do goleiro Elizaga, completamente batido no lance.


FICHA TÉCNICA - BOTAFOGO 2 x 0 EMELEC (EQU)


Local:
Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de setembro de 2009, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Galeano (Paraguai)
Assistentes: Rodney Aquino (Paraguai) e Milciades Saldivar (Paraguai)
Cartão Amarelo: André Lima (Botafogo);Aguirre, Bran e Raponi (Emelec)

Gols: BOTAFOGO: Renato aos 45 minutos do primeiro tempo; André Lima aos 18 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Jéfferson, Juninho, Emerson e Wellington; Thiaguinho, Leandro Guerreiro, Jônatas (Fahel), Lucio Flavio e Gabriel (Alessandro); Renato (Ricardinho) e André Lima
Técnico: Estevam Soares

EMELEC: Elizaga, Achillier, Fleitas, Mina e Aguirre; Jimmy Bran (Rivera), David Quiroz, Pablo Pérez (Estacio) e Raponi; Peirone (Mendonza) e Rojas
Técnico: Gabriel Perrone


Leia mais sobre: Botafogo Emelec

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

Renato e Estevam Soares

Renato e Estevam
Botafoguenses esqueceram, por uma noite, as dificuldades vividas no atual Brasileirão

Topo
Contador de notícias