iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/09 - 20:25

No sufoco, Furacão vence o Sport na Arena

Atlético-PR fez um gol logo no começo do jogo, passou sufoco, mas conseguiu garantir a vitória em casa

Gazeta Esportiva

CURITIBA - Em um jogo mais complicado do que poderia esperar o torcedor na Arena da Baixada, o Atlético Paranaense passou sufoco para bater o Sport por 1 a 0 em duelo direto contra o fantasma da degola do Campeonato Brasileiro. O três pontos, no entanto, dão tranquilidade à equipe da Baixada, que chegou aos 31 pontos. Os pernambucanos permanecem na vice-lanterna, com 20 pontos.

Tentando impor seu ritmo desde o apito inicial, o Furacão partiu para o ataque e, logo no primeiro minuto, Marcinho recebeu após jogada entre Paulo Baier e Wallyson e balançou as redes. Depois, no entanto, a posse de bola foi quase toda do adversário. No segundo tempo, o Leão esboçou uma reação e chegou a pressionar, com direito a bola na trave em cabeçada de Wilson.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Palmeiras, no Estádio Palestra Itália, em São Paulo, partida que os paulistas ainda tentam mudar de data. Já o Sport volta a campo no domingo, em mais um duelo de desesperados diante do Santo André, na Ilha do Retiro, no Recife.

Veja o gol

O jogo (Veja como foi lance a lance)
O Furacão começou a partida em um ritmo alucinante e, logo no primeiro minuto, Paulo Baier fez a jogada, a bola passou por Wallyson e Marcinho apareceu para bater para o fundo das redes. Depois do gol relâmpago o jogo ficou truncado, com muita luta no meio campo. Aos oito minutos, Elder Granja tentou jogada individual e cruzou para boa saída de Gallato. Aos 11 minutos, Andrade bateu de fora da área e o goleiro atleticano ficou com a bola.

O confronto rubro-negro era equilibrado, mas o time da casa chegava com mais perigo, como aos 14 minutos, com cruzamento de Nei que passou a frente de Marcinho, que não conseguiu completar o lance. A única oportunidade clara de gol até os 20 minutos foi o gol paranaense, logo no primeiro minuto. Aos 21 minutos, Fininho fez o levantamento na área e ninguém desviou no caminho.

Até nos erros os times se pareciam em campo, com jogadas pela linha de fundo sem a aproximação dos atacantes. Aos 24 minutos, Paulo Baier cruzou e mais uma vez ninguém apareceu. Reclamando muito da arbitragem, o técnico Péricles Chamusca foi expulso. Aos 31 minutos, depois de confusão na área, a bola sobrou pra Luciano Henrique, travado na hora do chute. Aos 40 minutos, Rafael Miranda chegou ao campo de ataque e buscou o lançamento para Wallyson, que não alcançou.

Na segunda etapa, o Sport voltou com maior volume de jogo, mas sem conseguir jogadas com perigo real de gol. Aos quatro minutos, Luciano Henrique chutou e Chico desviou no caminho para salvar e ceder escanteio. Na sequência, Fininho cruzou, Igor desviou de cabeça e a bola passou raspando a trave. Aos oito minutos, Wallyson respondeu abrindo espaço na zaga e batendo para fora.

O torcedor empurrava o Furacão, que não fazia uma boa partida. Aos 13 minutos, Patrick, que havia acabado de entrar, recebeu na área e bateu para o fundo das redes, mas o árbitro anulou o lance marcando falta de Wallyson, que estava na jogada. Aos 17 minutos, Patrick apareceu com liberdade e desviou para bola defesa de Magrão. Aos 20 minutos, Wilson aproveitou cruzamento preciso de Elder Granja e quase empatou de cabeça.

Aos gritos de raça das arquibancadas, o Atlético-PR tentava se encontrar em campo, mas a pressão era pernambucana. Aos 25 minutos, Vandinho fez linda jogada e levantou para Wilson tocar no travessão. Aos 30 minutos, Wilson tentou o giro na área, mas errou o lance. Aos 37 minutos, Paulo Baier cobrou falta e carimbou a barreira. Aos 43 minutos, Moacir invadiu a área e fuzilou na rede pelo lado de fora.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-PR 1 x 0 SPORT

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 19 de setembro de 2009, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Kleber Lucio Gil (SC)

Cartões amarelos: Valencia, Wallyson, Márcio Azevedo (Atlético-PR); César (Sport)

Gols: ATLÉTICO-PR: Marcinho, a 1 minuto do primeiro tempo

ATLÉTICO-PR: Gallato; Fransérgio, Chico, Manoel; Nei, Valencia, Rafael Miranda, Paulo Baier e Márcio Azevedo (Wellington); Wallyson (Gabriel Pimba) e Marcinho (Patrick)
Técnico: Antônio Lopes

SPORT: Magrão, Elder Granja (Eduardo), César, Igor e Fininho; Andrade, Hamilton, Luciano Henrique e Moacir; Wilson (Paulinho) e Arce (Vandinho)
Técnico: Péricles Chamusca


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Marcinho

Marcinho
Meia-atacante do Furacão acertou um belo chute e fez o único gol do jogo contra o Sport

Topo
Contador de notícias