iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

18/09 - 20:00

No Recife, Galo defende G-4 contra Náutico ameaçado
Atlético-MG encara uma batalha no Recife, onde vai pegar o ameaçado Náutico neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Estádio dos Aflitos

Redação iG Esporte e Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - A última rodada jogou a favor do Atlético-MG e, depois de voltar à zona de classificação à Copa Libertadores, a ordem do time é se manter entre os quatro primeiros. Para isso, a equipe encara uma batalha no Recife, onde vai pegar o ameaçado Náutico neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no Estádio dos Aflitos.

Depois de vencer Santo André e Atlético-PR, o Galo parece ter deixado para trás a irregularidade que afastou o time da briga pelo título. Com 40 pontos, abre a rodada na quarta colocação, apenas um ponto acima do Goiás. Por isso, o técnico Celso Roth reforçou a importância de uma vitória fora de casa para as pretensões no Brasileirão.

"Um resultado lá é fundamental para que a gente possa seguir no nosso caminho, que vem se fortalecendo nos últimos resultados", afirmou o treinador, preocupado com o clima que pode ser criado no Recife para a partida. Roth teme os efeitos da pressão sobre o elenco e, durante a semana, chamou a atenção dos jogadores para não serem surpreendidos.

"A gente sabe que é um jogo diferente, não é só um jogo, é uma guerra, então temos que nos preparar nesse sentido. Vamos respeitar o Náutico, que vem fazendo um trabalho de recuperação, mas temos que estar bem equilibrados para fazer um bom jogo", afirmou o comandante do Galo mineiro.

Para a partida, o treinador pode promover três alterações. Embora não tenha confirmado a equipe que vai a campo, o goleiro uruguaio Carini, o lateral direito Coelho e o volante Márcio Araújo treinaram entre os titulares durante a semana e estarão à disposição. No setor ofensivo, Rentería e Eder Luís brigam por vaga ao lado de Diego Tardelli.

Já o Náutico se prepara pensando em como se distanciar das quatro últimas colocações do Brasileirão. Com 25 pontos em 24 jogos, a equipe inicia a rodada à beira da zona de rebaixamento e não pode desperdiçar pontos dentro de casa. Apesar da difícil situação, o técnico Geninho mostra confiança, inspirado pela dedicação do elenco.

"O empenho que o grupo vem mostrando nos trabalhos, seja ele físico, técnico, tático, recreativo, está me deixando muito feliz. É isso que tem feito a diferença e melhorado nosso desempenho, o que nos deixou fora da zona de rebaixamento", afirmou o comandante, que tem muitas dúvidas para escalar o Timbu.

Sem poder contar com Anderson Lessa e Acosta, o treinador testou duas formações durante a semana e pode variá-las durante a partida. O atacante Kuki é quem vai definir tudo - sua entrada na vaga do zagueiro Márcio altera a formação do 3-5-2 para o 4-4-2, recolocando Carlinhos Bala na meia.

"Essas variações são importantes pois a qualquer momento podemos precisar usar durante uma partida", disse Geninho, esperançoso pela recuperação após dois tropeços no nacional - empate com Fluminense e derrota para o Grêmio.

FICHA TÉCNICA:
NÁUTICO x ATLÉTICO-MG


Local: Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)
Data: 19 de setembro de 2009, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Héber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR)

NÁUTICO: Gledson, Marcio (Kuki), Claudio Luiz e Asprilla; Nilson, Derley, Sidny, Michel e Aílton; Carlinhos Bala e Marcio Barros
Técnico: Geninho

ATLÉTICO-MG: Carini (Bruno); Carlos Alberto, Werley, Jorge Luiz e Thiago Feltri; Correa, Jonílson, Márcio Araújo e Evandro; Rentería e Diego Tardelli
Técnico: Celso Roth


Leia mais sobre: Atlético-MG Náutico

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

goiás e atlético-mg empatam na copa sul-americana

Atlético Mineiro
Eliminação do Galo pelo Goiás, quarta-feira na Copa Sul-Americana, pesa contra o time

Topo
Contador de notícias