iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/08 - 23:00

Com gol no último minuto, Azulão bate Brasiliense e mantém reação

O gol marcado por Wendell aos 49 da segunda etapa decretou a vitória do Azulão por 2 a 1 e promoveu a festa no ABC paulista

Gazeta Esportiva

SÃO CAETANO - Em um jogo decidido apenas no último minuto, o São Caetano venceu o Brasiliense pelo placar de 2 a 1 nesta sexta-feira. Duas expulsões e jogadas ríspidas chamaram a atenção na partida, mas o gol marcado por Wendell aos 49 da segunda etapa decretou a vitória do Azulão e promoveu a festa no ABC paulista.

Com a vitória dentro de casa, o São Caetano ganhou quatro colocações na tabela e chegou à 11ª colocação, com 21 pontos. Depois de deixar o resultado escapar nos instantes finais, o Brasiliense desperdiçou a oportunidade de voltar à briga pelo G-4. Agora, o time da Capital Federal soma 22 tentos, ocupando a nona posição.

O São Caetano terá a chance de alcançar a quarta vitoria consecutiva na próxima terça-feira, às 19h30, diante do Juventude, em Caxias do Sul. Em contrapartida, o Brasiliense entra em campo apenas às 21h50 para receber o ABC-RN.

O jogo - Procurando manter a ascensão na tabela da Série B, Antonio Carlos escalou um São Caetano ofensivo e apostando na criatividade de Everton Ribeiro e Xuxa no meio-campo. Contudo, o ímpeto ofensivo do Azulão cedia espaços a Iranildo e Éder do outro lado. Dessa forma, o Brasiliense começou melhor a partida.

Logo aos 12 minutos, o time do Centro-Oeste teve a primeira chance de gol em um lance inusitado. Iranildo cobrou falta para a área e a bola ultrapassou todos os jogadores, sendo espalmada por Luiz para escanteio. Apesar de levar o primeiro susto dos visitantes, o São Caetano seguia apático em campo e errando muitos passes no setor ofensivo.

Assim, o castigo maior para os donos da casa veio em um belo contra-ataque candango. Aos 33 minutos, Edinho recebeu na esquerda e cruzou para o meio da área. Bem posicionado e ciente da movimentação dos zagueiros adversários, o atacante Gustavo se antecipou e balançou as redes do goleiro Luiz.

Após a inauguração do marcador, o São Caetano manteve a mesma postura dos minutos iniciais e foi rendido pela forte marcação do Brasiliense. Com mais posse de bola e variações ofensivas, os visitantes sustentaram a mínima vantagem até o final da primeira etapa.

O segundo tempo iniciou monótono e sem oportunidades de gol para ambas as equipes. Entretanto, o panorama da partida se alterou em uma confusão instalada no gramado. Aos 27 minutos, Gustavo saltou para cabecear e caiu desacordado no gramado.

Os visitantes, alegando deslealdade de Arthur, partiram para cima do zagueiro. Após as discussões, o árbitro Fernando José de Castro Rodrigues expulsou o jogador do Azulão. Contudo, a tensão no gramado ficou clara, pois dois minutos depois Cris, do Brasiliense, aplicou um carrinho por trás e também recebeu o cartão vermelho.

O castigo pela atitude do zagueiro do Jacaré veio na cobrança da infração. Aos 33 minutos, o atacante Vandinho surpreendeu o goleiro Guto e chutou direto para o gol, a bola passou por todos os defensores do Brasiliense e atacantes do São Caetano, morrendo dentro das redes.

Ambas as equipes não aproveitaram os espaços maiores dentro de campo e acusaram o desgaste. Dessa forma, o duelo permaneceu empatado até o final. Contudo, a raça de Xuxa fez a diferença, pois o meia ganhou uma disputa com a zaga adversária e cruzou para a área. Wendell, de cabeça, antecipou a defesa rival e deu a vitória para o Azulão aos 49 minutos do segundo tempo.

FICHA TÉCNICA: SÃO CAETANO 2 x 1 BRASILIENSE

Local:
Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Data: 7 de agosto de 2009, sexta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Fernando José de Castro Rodrigues (PA)
Assistentes: Fernando de Brito Miranda (PA) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões Amarelos: Anderson Marques (São Caetano); Juninho, Coquinho e Abuda (Brasiliense)
Cartões Vermelhos: Arthur (São Caetano) e Cris (Brasiliense

Gols: SÃO CAETANO: Vandinho, aos 33 minutos do segundo tempo, e Wendell, aos 49 minutos do segundo tempo; BRASILIENSE: Gustavo, aos 33 minutos do primeiro tempo

SÃO CAETANO:
Luiz; Artur, Anderson Marques (Roger) e Marcelo Batatais; Diogo Orlando, Jairo, Éverton Ribeiro, Xuxa e Bruno Recife (Wendell); Vandinho e Washington (Careca)
Técnico: Antônio Carlos Zago

BRASILIENSE: Guto; Júlio César, Cris, César Gaucho e Edinho; Coquinho, Juninho, Éder e Iranildo (Rodriguinho); Abuda (Chimba) e Gustavo (Derivaldo)
Técnico: Heriberto da Cunha


Leia mais sobre: São Caetano Brasiliense Série B

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias