iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/08 - 18:38

Para encostar, São Paulo aposta em tropeços do Palmeiras

André Dias tem a confiança de que o rival não conseguirá segurar a arrancada por muitas rodadas

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O São Paulo emplacou uma série de três vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro e se aproximou do G-4, mas segue distante do líder Palmeiras. Com dez pontos de desvantagem em relação ao dianteiro, o Tricolor aposta em tropeços do rival para alcançar a ponta. O zagueiro André Dias, inclusive, tem a confiança de que o Verdão não conseguirá segurar a arrancada por muitas rodadas.

"Nenhuma equipe consegue manter a regularidade por muito tempo. O time que está em primeiro pode ter um ou dois tropeços daqui a pouco. Com isso, os de trás encostam. Só espero que o São Paulo se mantenha nessa sequência boa para encostar também", analisou.

O Palmeiras assumiu a liderança do Brasileirão há duas rodadas, depois da oscilação do Atlético-MG. Porém, André Dias não acredita que o time comandado atualmente por Muricy Ramalho esteja com mais força que os demais concorrentes do pelotão de frente.

"Não posso falar que uma equipe está nessa posição por coincidência. Há méritos dos jogadores, do treinador e do Jorginho, que dirigiu antes do Muricy. É um time muito forte, mas não é diferente de São Paulo, Atlético-MG, Inter... Tenho certeza de que (o Palmeiras) pode ter um ou dois tropeços. Quando as outras equipes encostarem, a pressão vai aumentar", analisou.

A opinião de André Dias está em sintonia com o pensamento de Richarlyson, que acredita que nem mesmo a experiência de Muricy será suficiente para evitar que o rival atravesse períodos de turbulência.

"O Muricy monta sua equipe de acordo com o campeonato e sabe que no Brasileiro é importante somar pontos dentro e fora de casa. Mas, com certeza, haverá tropeços. Por isso, temos de pensar em nosso trabalho. Queremos engrenar e depois aproveitar lá na frente o confronto direto", ponderou.

O encontro entre São Paulo e Palmeiras acontecerá no dia 30 de agosto, no estádio do Morumbi. Até lá, o Tricolor espera estar mais próximo do rival. Richarlyson vê o líder em vantagem agora, mas questiona se o plantel alviverde será suficiente para segurar a liderança até o clássico.

"É o favorito por estar na frente e ter elenco com bons jogadores, mas isso é momento. No ano passado, falavam também do Grêmio. Neste tipo de campeonato, é preciso ter elenco, e não apenas 11 jogadores. Se o Palmeiras não tiver, não vai aguentar até o fim. Mas vamos esquecê-los agora, porque poderemos confrontá-los depois. O importante é continuar na evolução", finalizou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias