iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

01/08 - 18:28

Bahia culpa "palhaçada" da arbitragem por derrota

Expulsão do lateral Ávine foi muito criticada pelo treinador do Bahia; um dos gols do Fortaleza foi irregular

Gazeta Esportiva

FORTALEZA - Para o Bahia, a derrota por 3 a 2 para o Fortaleza tem um grande culpado: Suelson Diogenes de França Medeiros. Responsável por apitar a partida no Castelão, o árbitro potiguar foi tido como grande vilão da partida. "O árbitro está de palhaçada com a gente", disparou Rogério.

"Não conseguimos fazer o que o Comelli (técnico do Bahia) pediu, mas o juiz deu oito amarelos e um vermelho para nós, e só três amarelos para eles", afirmou o jogador. De fato, a arbitragem da partida foi confusa. O assistente anulou um gol legítimo do Fortaleza no primeiro tempo, e nem dez minutos depois validou um tento irregular do próprio clube cearense.

Mas o lance que mais causou a fúria do Bahia foi a expulsão de Ávine no final do primeiro tempo. O lateral atropelou Marcelo Nicácio por trás em um contragolpe cearense, mas não era o chamado "último homem" da defesa.

Revoltado, o técnico Paulo Comelli se dirigiu à arbitragem no encerramento do primeiro jogo para reclamar da expulsão de Ávine. "Não era o último homem, não era falta nem para amarelo", bradou o treinador.


Leia mais sobre: Bahia Fortaleza Série B Suelson Diogenes de França Medeiros

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias