iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/07 - 07:03, atualizada às 10:21 26/07

Lemos rebate críticas e manda perguntar a Deus sobre rebaixamento

Após derrota em casa, técnico não quis responder se o Atlético-PR, como está, deve cair para a Série B

Gazeta Esportiva

CURITIBA - Pressionado após a derrota do Atlético Paranaense para o Avaí, por 3 a 1, em plena Arena da Baixada, que afundou o time na zona de rebaixamento, o técnico Waldemar Lemos rebateu as críticas. Garantindo que o time não jogou tão mal e que, apesar da confusão tática, os jogadores entenderam suas instruções, o comandante rubro-negro defendeu o que chamou de futebol moderno.

"No futebol de hoje, os jogadores evoluem em varias partes do campo. Tentamos colocar isso de forma moderna e não deu certo", avaliou o treinador, que irritado com as perguntas, não respondeu se o time, como está, deve cair para a Série B. "Você perguntou isso a Deus? Quando cheguei  aqui o time tinha 4 pontos. Tivemos três desfalques importantes e tentamos motivar a equipe de outra forma", explicou.

Chamado de burro pelo torcedor, que não concordou com as alterações feitas, além do esquema confuso e retirada de Paulo Baier do time titular, Lemos ponderou, mas pediu reconhecimento a seu trabalho. "A torcida tem direito de opinar da maneira que quiser. Mas também tem que analisar o trabalho e ver como era a situação quando cheguei aqui. O Avaí teve seus méritos, conseguiram dois gols no primeiro tempo e não conseguimos fazer nada", finalizou.


Leia mais sobre: Atlético Paranaense Waldemar Lemos

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

William

William
Atacante do Avaí foi o carrasco do Furacão ao marcar dois gols em plena Arena da Baixada

Topo
Contador de notícias