iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/07 - 21:00, atualizada às 10:50 26/07

Sob olhar de Muricy Ramalho, Palmeiras disputa soberania paulista com Corinthians

Eternos rivais vão se enfrentar em Presidente Prudente em busca de arrancada na briga pela liderança

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Pela tradição e história, o encontro entre Palmeiras e Corinthians já chama a atenção por si só. Mas o clássico deste domingo, às 16 horas, em Presidente Prudente, tem ingredientes especiais. Em campo, os eternos rivais vão brigar pelo posto de melhor paulista no Campeonato Brasileiro. Portanto, um triunfo pode proporcionar uma arrancada na briga pela liderança. Nas tribunas do estádio Prudentão, uma motivação extra: a presença do badalado Muricy Ramalho, o novo técnico do Verdão.

Na classificação, o Palmeiras tem uma ligeira vantagem sobre o adversário. A equipe de Palestra Itália tem 25 pontos e está na vice-liderança da competição - o Corinthians é o quarto, dois pontos atrás. Sem perder para o adversário desde outubro de 2006, em uma sequência de cinco clássicos, o Verdão não consegue esconder a motivação que cerca o jogo e a chance até de alcançar a ponta do Brasileirão, dependendo de uma combinação de resultados.

"Desce criança, eu via os clássicos regionais e sempre sonhei em participar deles. Se você for bem, o mundo inteiro está vendo. É o tipo de jogo que qualquer jogador quer jogar", explica o meia Diego Souza, que completa 100 jogos pelo Verdão. "Será especial", completa.

Durante a semana, o Corinthians foi alvo de perdas importantes. O volante Cristian e o lateral esquerdo André Santos partiram para o Fernarbahce, da Turquia. Nos próximos dias, outras peças ainda podem sair. Mesmo assim, o Timão manteve a boa fase e bateu o Vitória, no Pacaembu.

Embora o Palmeiras tenha perdido sua invencibilidade com o interino Jorginho contra o Goiás, o Corinthians aguarda uma partida equilibrada. "Vai ser um jogo duríssimo como todos os clássicos, sobretudo pela qualidade do adversário". assegura o técnico Mano Menezes.

No único jogo entre os arquirrivais em 2009, durante a fase de classificação do Paulistão, o Corinthians obteve um empate com sabor de vitória, pois soube explorar a presença de Ronaldo, que marcou seu primeiro gol na volta ao futebol brasileiro. Experiente, Mano Menezes vê o aspecto emocional como fundamental neste domingo.

"A gente sabe que é um jogo com uma história muito grande, que envolve outras questões também que você tem que saber trabalhar, mas nós vamos estar fortes e com condição de fazer um bom clássico", confia o técnico.

Além da chegada de um novo treinador, a despedida do interino Jorginho, alvo de muitos elogios entre jogadores e dirigentes, seria mais um combustível para o elenco do Palmeiras. Só que o futuro auxiliar de Muricy Ramalho não acredita que os atletas vão correr mais em campo para lhe prestar uma homenagem final.

"Nem penso em homenagem. Respeito muito o Corinthians, seu treinador e seus atletas. Tenho é que pensar em trabalhar para que isso aconteça. Mas não sozinho. Precisamos dos atletas, da comissão técnica e até do Muricy, se ele quiser fazer alguma coisa. Tenho que imaginar em fazer os atletas irem bem", diz.

Como só começa a trabalhar na Academia de Futebol na segunda-feira, Muricy Ramalho fica apenas nas tribunas do Prudentão. Ele se colocou à disposição de Jorginho para ajudar na preleção ou na troca de informações sobre o Timão.

Na função de observador, Muricy Ramalho deve acompanhar o Palmeiras com força máxima. O volante Pierre, o zagueiro Maurício Ramos e o atacante Ortigoza retornam de suspensão. Recuperado de uma lesão no tornozelo, o volante Souza também tem boas chances de ficar à disposição.

Do outro lado, o técnico Mano Menezes pretende anunciar a escalação do Corinthians apenas momentos antes de a bola rolar. A defesa pode receber os reforços de Alessandro e William, enquanto o ataque conta com a volta de Jorge Henrique.

FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS X PALMEIRAS

Local: Estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente (SP)
Data: 26/07/2009 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Assistentes: Ednilson Corona e Marcelo Carvalho Van Gasse (ambos SP)

CORINTHIANS: Felipe; Alessandro (Diogo), Chicão, William (Jean) e Diego; Jucilei, Elias e Douglas; Jorge Henrique, Ronaldo e Dentinho
Técnico: Mano Menezes

PALMEIRAS: Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Armero; Pierre, Edmilson, Cleiton Xavier e Diego Souza; Ortigoza e Obina
Técnico: Jorginho (interino).


Leia mais sobre: Palmeiras Corinthians

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

corinthians_ronaldo_gp

Ronaldo
Palmeiras desafia o Fenômeno, que ainda não perdeu um clássico pelo Corinthians

Topo
Contador de notícias