iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/07 - 19:53

Presidente do Inter mostra soberba ao falar do Gre-Nal

Piffero evitou falar profundamente sobre a derrota, deste domingo, no Olímpico

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - A decepção em ser derrotado pelo maior rival ficou escondida atrás do discurso arrogante de Vitorio Piffero, presidente do Inter. Derrotado pelo Grêmio por 2 a 1, os colorados pouco falaram após a derrota no clássico. Além dos três pontos pelo Campeonato Brasileiro, estava em disputa a vitória que comemorava os 100 anos do clássico. O triunfo histórico será contado com alegria no futuro pelos gremistas.

Porém, Piffero preferiu analisar a questão por outro ângulo, evitando falar profundamente sobre a derrota, deste domingo, no Olímpico. "Em 100 anos, são 22 vitórias a mais que o coirmão. Desde 1945 estamos na frente do Grêmio. Não há o que falar, nesse primeiro centenário do Gre-Nal estamos na frente disparado. No Campeonato Brasileiro estamos cinco pontos na frente. Estamos no G-4. Em termos de Brasileirão foi uma derrota fora de casa", declarou o mandatário do Inter, relembrando os números da história do duelo.

O resultado engrossa as estáticas negativas dos últimos meses do clube. Desde junho são somente três vitórias e a perda dos títulos da Copa do Brasil e da Recopa Sul-americana, agora cai uma invencibilidade de sete confrontos diante do Grêmio. O dirigente negou que haja crise e que garantiu a permanência do técnico Tite.

Fora de campo, a semana deverá ser de negociações. O atacante Nilmar está sendo sondado por inúmeros clubes europeu. Nos últimos dias, o Villarreal chegou a oferecer 13 milhões de euros pelo jogador. "Recebemos uma proposta. Não deu negócio. Mas não falo de clubes e não falo de valores", contou Piffero, escondendo o jogo e sem muita vontade de conceder entrevista.

 


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias