iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/07/2009 - 09:56

Casares nega que esforços por Morumbi interfiram em campo

O vice-presidente de marketing tenta tranquilizar os torcedores, mas reconhece que a cúpula tricolor ainda precisa fazer muita coisa no Morumbi para atrair parceiros

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A diretoria do São Paulo não está poupando esforços para conseguir emplacar o Morumbi como a sede da abertura da Copa do Mundo de 2014. Porém, diante da má fase do time nos campeonatos desta temporada, parte da torcida tricolor já se mostra incomodada com os cuidados dados ao estádio no momento em que a equipe atravessa uma turbulência.

O vice-presidente de marketing são-paulino, Júlio Casares, tenta tranquilizar os torcedores que temem que o trabalho no futebol seja esquecido durante o período de reforma do estádio para a Copa.

"Estamos conquistando parceiros e faremos a abertura da Copa aqui. Sabemos que o São Paulo ficou sem ganhar títulos durante a construção do estádio, mas isso não acontecerá agora", prometeu.

O dirigente, porém, reconhece que a cúpula tricolor ainda precisa de muitos esforços no Morumbi para atrair os parceiros necessários para as adaptações com vistas ao Mundial. Porém, Casares assegura que é possível trabalhar em mais de uma frente simultaneamente e cita a construção do CT de Cotia como exemplo.

"Os atuais parceiros ainda não são suficientes e todo dia temos reuniões. Mas isso não interfere. Fomos campeões da Libertadores em 2005 e poucos dias depois inauguramos o Centro de Formação de Atletas em Cotia. Ou seja, estamos olhando para a Copa, mas também temos comando no futebol. O São Paulo é uma empresa que trabalha em todos os segmentos", concluiu.


Leia mais sobre: Morumbi São Paulo Júlio Casares

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

Estádio Morumbi

Morumbi
Preocupação com o estádio pode estar acima da atenção com o time no São Paulo

Topo
Contador de notícias