iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/06/2009 - 10:31

Toninho: "Futebol é só 20% do déficit do Palmeiras"
Para diminuir os custos, o Palmeiras vai atacar em várias frentes: cortar atletas que estão fora do grupo principal e até reduzir com viagens

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Cortar gastos para evitar o rombo no orçamento do Palmeiras: a ordem do presidente e economista Luiz Gonzaga Belluzzo chegou ao futebol do Palmeiras. Os integrantes do departamento já buscam alternativas para atender ao pedido superior, mas descartam a teoria de que havia gastos excessivos no clube.

"Nosso departamento já é bastante enxuto. Em todos os nossos gastos, há um argumento", assegura o gerente de futebol do clube, Toninho Cecílio, que apresenta números da realidade alviverde.

"No Palmeiras, o futebol é responsável por apenas 20% do déficit deste ano", completou o cartola, sem citar o valor oficial do rombo mensal do Verdão.

Para diminuir os custos, o Palmeiras vai atacar em várias frentes: cortar atletas que estão fora do grupo principal e até reduzir com viagens - inclusive os períodos de isolamento em Atibaia, considerados fundamentais pelo técnico Wanderley Luxemburgo.

"Tudo o que é decidido no futebol visa a qualidade técnica", pondera Toninho Cecílio. "Nosso maior desafio será continuar com um time forte e reduzir isso. Infelizmente, acontecerão algumas perdas, teremos de abrir mão de coisas úteis", emenda.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias