iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/05/2009 - 18:36

Fábio Costa discute com Ganso, mas Mancini nega problemas

"É lógico que os ânimos estão esquentados. Os dois sentaram e se desculparam. Todos viram essa discussão em campo, mas não passou disso", disse o treinador

Gazeta Esportiva

SANTOS - O terceiro gol do Goiás na Vila Belmiro neste domingo foi o estopim para o goleiro Fábio Costa reclamar do elenco santista. O esquentado camisa 1 esbravejou contra o meia Paulo Henrique Ganso em pleno gramado antes do apito final da partida, que terminou empatada por 3 a 3 depois de o Peixe ter a vantagem por 3 a 1 no marcador e ceder a igualdade a quatro minutos do encerramento.

Ainda no gramado, o volante Rodrigo Souto tentou contornar a situação 'habitual no futebol', de acordo com o próprio meio-campista. "Discutir no gramado é normal, pois todo mundo está querendo se ajudar. Dentro de campo, não dá para pedir por favor. A gente precisa brigar para se acertar no jogo", discorreu Souto, que marcou dois gols no jogo.

O técnico Vagner Mancini, mais tarde, explicou que o desentendimento dos dois pupilos foi sanado nos vestiários. "É lógico que os ânimos estão esquentados. Os dois sentaram e se desculparam. Todos viram essa discussão em campo, mas não passou disso", declarou.

O treinador do Alvinegro Praiano, porém, deu um aviso: se acontecerem, entreveros não devem deixar o gramado. "No meu comando não há briga no vestiário", anunciou Vagner Mancini, que ainda não venceu no Campeonato Brasileiro pelo Santos. Até agora foram dois empates: 1 a 1 com o Grêmio no Sul há uma semana e desta vez o azedo 3 a 3 com o Goiás.


Leia mais sobre: Vagner Mancini Paulo Henrique Lima Fábio Costa

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias