iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/05/2009 - 17:46

Barcelona: tudo pronto para o título espanhol
Blaugranas podem ter conquista assegurada até sem jogar, em caso de tropeço do Real Madrid contra Villarreal; Valencia e Atlético de Madrid jogam por vaga na Liga

Trivela.com

BARCELONA (Espanha) - O empate contra o Villarreal, sofrido no último minuto, em pleno Nou Camp, na rodada passada, pode até ter esfriado a efervescência do Barcelona, que espera, há algumas rodadas, para poder comemorar o título do Campeonato Espanhol, nesta temporada. Mesmo assim, a equipe de Pep Guardiola terá, nesta 36ª rodada da Primera División, um cenário bastante favorável para assegurar a conquista.

Uma das hipóteses pode até garantir o troféu antes mesmo que os Culés entrem em campo, no domingo, contra o Mallorca, fora de casa: se o Real Madrid, vice-líder, não ganhar do Villarreal, neste sábado, o 18º título espanhol já será do Barça. E, mesmo em caso de vitória madridista, a equipe só precisaria de um ponto na partida contra os mallorcanos.

Com a motivação aumentada pela goleada sobre o Athletic Bilbao, por 4 a 1, que deu o 25º título do clube na Copa do Rei, neste meio de semana, Pep Guardiola deve ter apenas as ausências de Henry e Iniesta, focados no trabalho de recuperação de lesões com vistas à final da Liga dos Campeões. Abidal, expulso contra o Villarreal, cumpriu suspensão na final da copa nacional e estará à disposição para a partida no ONO Estadi.

O volante Yaya Touré, em entrevista coletiva, torceu: 'Tenho o desejo de ganhar a Liga o quanto antes. Se puder ser já no sábado, tanto melhor. Assim, o técnico poderia nos dar mais descanso, para pensarmos na final de Roma.' Do lado dos donos da casa, o técnico Gregorio Manzano não terá o zagueiro português Nunes, com problemas no músculo adutor esquerdo.

Já o vice-líder Real Madrid procura apenas um fim mais digno para a temporada. Após a derrota por 3 a 0 para o Valencia, na última rodada, os Merengues irão ao estádio El Madrigal enfrentar o Villarreal. Porém, Juande Ramos sofre com vários desfalques. Durante a semana, o zagueiro Metzelder sofreu uma lesão muscular e juntou-se a Guti, Sneijder e Michel Salgado na lista dos indisponíveis por questões médicas. Também estão fora do elenco que pegará o Submarino Amarelo os suspensos Pepe, Marcelo e Gago.

Por outro lado, Lassana Diarra e Saviola estão liberados, após recuperarem-se, respectivamente, de uma gripe e de uma lesão superficial. A novidade motivada pelos desfalques será a inclusão, entre os relacionados, do zagueiro Agustín 'Agus' García, vindo da equipe B do Real.

Pelo Villarreal, após uma semana conturbada (na última quarta, o treinador Manuel Pellegrini suspendeu o treino, por suposta falta de empenho dos jogadores, criticada por ele), a equipe chega para o duelo precisando de uma vitória, para manter as remotas chances de classificação à Liga dos Campeões. Segundo Pellegrini, 'a única conta que estou fazendo inclui os três pontos que temos de ganhar do Real. Esse é o objetivo.' O técnico ainda pediu que os jogadores repetissem o espírito mostrado na reação contra o Barcelona, quando a equipe perdia de 3 a 1 e conseguiu o empate.

Além de Pellegrini, o atacante Giuseppe Rossi também falou: 'Temos uma partida muito complicada pela frente. Além do oponente ser o Real Madrid, ele precisa da vitória, pelos maus resultados das últimas rodadas. Mas a equipe está bem, e o empate contra o Barcelona nos deu muita moral.'

Entretanto, a outra partida fundamental da rodada será disputada no domingo. Jogando no Vicente Calderón, Atlético de Madrid (5º, com 58 pontos) e Valencia (4º, com 59) travarão confronto direto, em busca da última vaga disponível de classificação para a Liga dos Campeões da próxima temporada - já que o Sevilla, que enfrenta o Osasuna fora de casa, está com o terceiro lugar assegurado.

Tanto nos Colchoneros como nos Ches, o clima é de decisão. Nos anfitriões, o atacante Diego Forlán negou sentir pressão adicional pela vitória, que faria com que a equipe passasse os valencianistas na tabela: 'A responsabilidade é sempre a mesma. Não sinto nada extra. É a partida que desejamos, já que dependemos de nós mesmos, jogamos contra um rival direto e as chances de classificação à Liga estão aí. Estamos com muita vontade e muita expectativa para esta partida.' Já Raúl Garcia foi mais definitivo: 'A partida contra o Valencia é de vida ou morte. Jogamos nela toda a temporada.'

Do lado do Valencia, dúvidas recaem sobre a presença de Emiliano Moretti na partida. O italiano saiu do treino desta sexta sentindo o joelho e deve, novamente, ser substituído por Alexis. Destaque da equipe e artilheiro do campeonato, David Villa também sentiu dores musculares e não participou do treino, mas sua presença é provável. O técnico Unai Emery enfatizou: 'Dou importância a todas as partidas, mas esta é a mais importante, e todos estão conscientes disso'. Já Ruben Baraja foi peremptório: 'Quem ganhar, deverá conseguir a vaga [na Liga], ao final.'

Confira os jogos da 36ª rodada do Campeonato Espanhol

Sábado, 16/maio

Deportivo La Coruña x Getafe
Osasuna x Sevilla
Villarreal x Real Madrid

Domingo, 17/maio

Espanyol x Athletic Bilbao
Betis x Almería
Racing Santander x Valladolid
Numancia x Recreativo
Sporting Gijón x Málaga
Mallorca x Barcelona
Atlético de Madrid x Barcelona


Leia mais sobre: Campeonato Espanhol

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias