iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

11/05/2009 - 17:38

Presidente da Wada se diz "desapontado" com Blatter
John Fahey critica posicionamento do presidente da Fifa em relação ao método de testes anti-dopagem, adotados pela entidade no começo do ano

Trivela.com

SÃO PAULO - Nesta segunda, o presidente da Wada (agência mundial anti-doping), o australiano John Fahey, criticou a reação adversa do comandante da Fifa, Sepp Blatter, em relação ao método de testes anti-doping adotado pela Wada, desde 1º de janeiro, consistindo em exigir de atletas informações sobre cada dia de treino e local de competição, por três vezes ao ano. Segundo Blatter, a medida “acusa todos de se doparem, por insistir em submeter todos ao teste, a qualquer hora”.

Após um encontro da Wada na cidade canadense de Montreal, John Fahey retrucou as declarações do dirigente da entidade que comanda o futebol mundial: “Estou desapontado com as declarações de Blatter. Muitas delas simplesmente estão erradas. Tenho procurado colaborar com ele, e procurarei fazer isso nos próximos dias.”

Fahey também reagiu às sugestões de Blatter sobre testes-surpresa terem um regulamento diferente para o futebol, por este ser um esporte de temporada e para que os atletas não precisem dar informações do lugar onde estão: “A Fifa não tem concessão especial neste quesito. Não há lei dizendo que ela é uma entidade diferente das outras.”

Finalizando, pediu cooperação das federações esportivas nos ajustes da lei: “Reconhecemos que este padrão está em seus estágios iniciais e, como em todas as coisas deste código, gostaríamos do retorno [das federações]. Precisamos assegurar que houve um exame do código, assinado por todas, incluindo a Fifa, antes de começarmos a apontar o que deve ser mudado.”

Leia mais sobre: Blatter anti-doping

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias