iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/05/2009 - 22:48

Verdão evita críticas por nova mudança do jogo com Sport

Jogo chegou a ser anunciado para quarta-feira, às 22 horas, mas voltou à data de origem: terça-feira, às 20h1

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A confusão na tabela Copa Libertadores da América não se restringe apenas aos mexicanos, vítimas de uma grave crise de saúde. A partida entre Sport e Palmeiras teve a segunda mudança de data em praticamente 24 horas.

Válido pelas oitavas de final do torneio sul-americano, o confronto de volta entre os brasileiros chegou a ser anunciado para quarta-feira, às 22 horas. Porém, voltou à data de origem: terça-feira, às 20h15, na Ilha do Retiro.

Do lado do Palmeiras, a ordem foi minimizar o embaraço criado no planejamento do clube. "Não podemos nos preocupar. A equipe está consciente, agora só temos o pensamento na Libertadores. Vamos a Recife para conseguir a classificação", decretou o atacante Keirrison.

Experiente, o técnico Wanderley Luxemburgo sempre procura defender os interesses de sua equipe. Desta vez, utilizou uma postura pacificadora: preferiu entender as dificuldades da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol).

"Houve uma situação em que foi necessário mexer na tabela por causa do interesse da televisão. Precisamos de paciência para não atropelar a situação. Se as mudanças ocorressem sem explicação, sem gripe suína, aí seria ruim", afirmou.

Ainda assim, a antecipação da decisão na Libertadores obrigou Luxemburgo a mudar os planos na estreia do Campeonato Brasileiro contra o Coritiba. "Se o jogo fosse na quarta-feira, eu iria mesclar mais o time, com a presença de mais titulares", reconheceu o treinador, que viu a sua equipe bater o rival paranaense por 2 a 1.

Mistério: O Palmeiras ainda analisa o planejamento ideal para o jogo contra o Sport. Já é certo que a viagem será feita na noite deste domingo, após um treino na Academia de Futebol.

Já o local de concentração será escolhido apenas neste domingo. Duas são as opções: Natal, capital do Rio Grande do Norte que fica 297 quilômetros distante de Recife, e Cabo de Santo Agostinho (a cerca de 40 quilômetros da capital pernambucana), no mesmo hotel utilizado no confronto contra o Sport pela primeira fase da Libertadores.

 


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias