iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/05 - 14:33

Blatter critica a AMA, que se tornou uma "organização policial"

Presidente da Fifa afirmou que Agência Mundial Antidoping está acusando jogadores de maneira exagerada

AFP

ZURIQUE (Suíça) - O presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Joseph Blatter, criticou a Agência Mundial Antidoping (AMA), que se tornou a seus olhos em "uma organização policial", segundo declarações feitas ao jornal alemão Frankfurter Allgemeinen Zeitung neste sábado.

"Sob a direção de seu primeiro presidente Richard Pound, a AMA se transformou em uma organização policial e isso não é bom", afirmou Baltter.

"Há que admitir uma falha na fundação da AMA e outra em seu desenvolvimento", disse Blatter, ao lembrar que na fundação desta entidade houve uma participação igualitária de gente do esporte e da política. "O esporte deve fazer seu trabalho sozinho", acrescentou.

O presidente da Fifa repetiu suas críticas à exigência da AMA sobre a localização dos jogadores para exames de surpresa, que está em vigor desde 1º de janeiro de 2009.

"Estamos numa situação em que todo o mundo é acusado e isso não corresponde com minha concepção de direito. Cada atleta que é procurado pela AMA é suspeito de doping e acusado, isto não pode funcionar assim em nossa sociedade", sublinhou Blatter.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias