iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/05/2009 - 14:00

Mexicano do Chivas que fingiu gripe suína será expulso da Libertadores

Héctor Reynoso, do futuro adversário do São Paulo no torneio, tentou intimidar anti-desportivamente rival do Everton

EFE

ASSUNÇÃO (Paraguai) - O zagueiro mexicano Héctor Reynoso, do Chivas, será expulso da Copa Libertadores deste ano por fingir gripe suína para intimidar um adversário na partida entre sua equipe e o Everton, na cidade chilena de Viña del Mar.

A poucos minutos do fim do confronto, o zagueiro tossiu e soou o nariz perto do jogador Sebastian Penco, como se tivesse infectado pela gripe suína, doença que provocou surto epidêmico no México. Ele saiu em defesa do goleiro da equipe, que tinha sido agredido momentos antes.

Segundo fontes da Confederação Sul-Americana de Futebol (CSF), a federação mexicana será notificada amanhã da punição. O jogo em que o incidente ocorreu terminou empatado em 1 a 1 e garantiu a classificação dos mexicanos às oitavas, enfrentando o São Paulo.

Reynoso já pediu desculpas a Penco pela atitude, mas nem assim escapará de uma punição. O surto da doença obrigou a CSF a adotar medidas excepcionais para garantir a segurança das equipes e decidiu que o Chivas e o San Luis de Potosi, também do México, jogariam suas partidas como mandante em um país neutro.

As autoridades de Colômbia e Chile já se recusaram a recebê-los, o que fez o organismo adiar os confrontos em uma semana. O número de mortos confirmados pela gripe suína no México se manteve estável em 19, mas a quantidade de infectados aumentou de 454 para 487 pessoas, informou hoje o ministro da Saúde mexicano, José Ángel Córdova.


Leia mais sobre: Héctor Reynoso

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


EFE

zagueiro do chivas

Héctor Reynoso
Desculpas do zagueiro do Chivas a Sebastian Penco, do Everton, não evitaram punição

Topo
Contador de notícias