iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/04/2009 - 19:35

Chapecoense recebe o Avaí na primeira decisão do Catarinense
Avaí treinou a portões fechados na última sexta-feira, escondendo a escalação e suas prováveis jogadas

 

Gazeta Esportiva

CHAPECÓ - Neste domingo, às 16 horas (de Brasília), o Estádio Regional Índio Condá será palco da primeira partida da final do Campeonato Catarinense, entre a Chapecoense e o Avaí. Como terminou o quadrangular final em primeiro, a azzurra decidirá o título em casa, fazendo com que o primeiro confronto entre as duas equipes seja em Chapecó.

Teoricamente, por estar na Série A do Campeonato Brasileiro, e ter se classificado com campanha melhor no Estadual, o Avaí teria certo favoritismo para a final. No entanto, o retrospecto de confrontos diretos contra o Verdão do Oeste aponta um aproveitamento melhor da Chapecoense, o que equilibra as chances teóricas de cada clube.

Um elemento que pode pesar na primeira partida é o fator casa, uma vez que, mesmo com o aumento no preço das entradas, o Índio Condá promete estar lotado para a decisão. Torcedores da Chapecoense fazem fila para adquirirem ingressos, e adeptos do Avaí organizam caravanas para viajarem mais de 550 km até a cidade do interior catarinense.

O clima é de tanta importância e decisão que o Verdão do Oeste antecipou a concentração, contando até com um psicólogo, e o Avaí treinou a portões fechados na última sexta-feira, escondendo a escalação e suas prováveis jogadas.

O que se sabe é que o técnico Silas não terá a volta do meia Caio, que se recupera de lesão. No entanto, o zagueiro Emerson sentiu dores musculares e passará por uma avaliação, sendo outro desfalque para a primeira partida da final.

Quem também tem dúvidas para o setor defensivo é Mauro Ovelha, que tem os zagueiros Anelka e Anderson Lima suspensos. O volante Cadu é outra icógnita, uma vez que continua com dores na panturrilha.

Para os lugares dos três desfalques, o técnico da Chapecoense poderá escalar o também defensor Marcelo Ramos e os volantes Emerson Cris e Silvio Bido, inclusive com a provável improvisação de um deles atuando como terceiro homem da zaga.

Outra curiosidade da final do Campeonato Catarinense é a ausência do saldo de gols como critério de desempate. Isso significa que, se uma equipe vencer a primeira partida de goleada e perder o segundo jogo pelo placar mínimo, a decisão irá para a prorrogação, e, prosseguindo a "igualdade", o Avaí fica com o título, uma vez que tem melhor campanha.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X AVAÍ


Local: Estádio Regional Índio Condá, em Chapecó (SC)
Data: 26 de abril de 2009 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília).
Árbitro: José Acácio da Rocha
Assistentes: Carlos Berkembrock e Ângelo Rudimar Bechi.

CHAPECOENSE: Nivaldo; Willian Amaral, Marcelo Ramos e Rafael Morisco; Thoni, Silvio Bido, Everton Cezar, Neném (Emerson Cris) e Badé; Rômulo e Bruno Cazarine.
Técnico: Mauro Ovelha.

AVAÍ: Eduardo Martini; Medina, André Turatto, Rafael e Uendel; Marcus Winícius, Léo Gago, Marquinhos e Odair; Evando e Lima.
Técnico: Silas.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias