iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/04/2009 - 01:12

Cristian reclama de exagero após ameaça de prisão

Jogador foi indicado por provocar a torcida do São Paulo com gestos obscenos na vitória na semifinal do Paulistão

Gazeta Esportiva

CAMPO GRANDE - Cristian se mostrou surpreso com as consequências de sua provocação à torcida do São Paulo no clássico do último domingo, pelo Campeonato Paulista. Após cruzar os braços e fazer gestos obscenos para comemorar o gol da vitória do Corinthians, o volante foi ameaçado de punição pelo Tribunal de Justiça Desportiva paulista e de prisão pelo Ministério Público.

O jogador foi indiciado no artigo 40 (provocar tumulto ou portar-se de modo inconveniente ou desrespeitoso) da Lei de Contravenções penais, cuja pena varia de 15 dias a seis meses de detenção. A punição pode ser revertida em multa ou ações comunitárias.

"Existem outras coisas para serem resolvidas no nosso Brasil. É inacreditável", lamentou Cristian na noite de quarta-feira, durante a vitória do Corinthians sobre o Misto-MS, pela Copa do Brasil. "É algo muito chato, pois estão envolvendo o meu nome com prisão. A minha família vê isso", complementou.

O técnico Mano Menezes também reclamou da atitude do Ministério Público. "Não tenham dúvidas de que está havendo exagero, como sempre acontece no Brasil. Há gente que não consegue resolver outros problemas fora do campo e vem se preocupar com os dos jogadores", protestou.

Cristian aceitou a hipótese de que o episódio serve de destaque para autoridades. "Pode ser. Em se tratando do Corinthians, um time de grande mídia, algumas pessoas devem estar querendo se precipitar", rebateu.

Embora aparentemente preocupado com a repercussão do caso, Cristian tentou minimizar: "O Corinthians tem gente competente para resolver isso. Fico tranquilo, pois o clube conta com bons advogados".

Mano Menezes, por sua vez, já expôs argumentos para a absolvição do jogador. "Vamos tratar o que aconteceu como um equívoco. Ninguém viu absolutamente nada no estádio. Só quem viu a imagem da televisão achou grosseiro. Do jeito que foi mostrado, parece que o Cristian está se dirigindo para a torcida do São Paulo, mas ele nem saiu da área", defendeu o técnico.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias