iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

15/04 - 21:05

De volta à boa fase, Fábio Costa reafirma "fome por títulos"

Com defesas difíceis e muita vibração em campo, o arqueiro vem sendo fundamental para o Santos no Paulista

Gazeta Esportiva

SANTOS - Depois de sofrer com críticas as suas atuações e alguns problemas extra-campo, o goleiro Fábio Costa voltou à boa fase. Com defesas difíceis e muita vibração em campo, o arqueiro vem ajudando o Santos a seguir firme na disputa pelo título paulista. Prova disso foi o que aconteceu no jogo do último sábado, quando o capitão santista foi um dos principais nomes em campo na vitória do Peixe sobre o Palmeiras.

Agora, às vésperas de mais um confronto válido pela semifinal, que desta vez irá decidir quem será o primeiro classificado para a decisão, Fábio Costa garante que a sua 'fome' de títulos continua grande. "Me sinto realizado. Profissionalmente, só tenho que agradecer a deus pelo que conquistei na minha carreira. As minhas estatísticas estão aí para todos verem e mostram que eu sou um cara bem sucedido na minha profissão. Fui importante para o clube e ainda vou ser. Pode ter certeza que essa história ainda não acabou por aqui", afirmou.

E é essa vontade de ser campeão que vem motivando o camisa 1 do Alvinegro Praiano a melhorar o seu rendimento dentro de campo, tanto nos treinamentos quantos nos jogos. "Para jogar bem você tem que estar sempre buscando o melhor. E se eu cobro isso dos mais jovens tenho que trabalhar para poder cobrar, não só com palavras, mas dando exemplo, com atitudes", disse Fábio Costa.

Dentre essas atitudes está o fato de o goleiro ter perdido seis quilos desde que o técnico Vágner Mancini chegou a Vila Belmiro. Apesar de reconhecer que emagreceu bastante neste período, Fábio Costa não acredita que este seja o único motivo para a sua subida de produção.

"É normal você voltar das férias um pouco acima. Mas toda vez que eu não estou jogando bem falam que é porque o Fábio está acima do peso. As vezes não é isso. Pode ser uma questão tática, fase, algum problema que você tem em casa. Jogador de futebol também tem problema", comentou o arqueiro. "Lógico que tem a ver com isso (peso) também, só que em 2002 eu joguei com seis, sete quilos acima e fui muito bem. Ajudei a equipe a ser campeã brasileira", lembrou.

Para Fábio Costa, existem outros fatores que fazem um goleiro viver uma boa fase. "Claro que estar no peso é bom, mas a qualidade técnica faz muita diferença. Além disso, eu gosto de título, seja em campeonato de mata-mata ou pontos corridos. Isso não se compra no supermercado. E graças a deus, nos momentos em que as minhas equipes mais precisaram de mim, eu dei uma resposta positiva. Espero que continue assim", encerrou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias