iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/04 - 15:11

Satisfeito, Marco Aurélio deve manter "mistão" da Ponte Preta
O triunfo na semifinal do Troféu Campeão do Interior deve causar a manutenção do time para o jogo de volta

Gazeta Esportiva

CAMPINAS - Enquanto trabalha para recuperar fisicamente os principais jogadores da Ponte Preta, de olho na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Marco Aurélio se mostrou muito satisfeito com o desempenho do time misto na vitória por 3 a 2 sobre o Santo André. O triunfo na semifinal do Troféu Campeão do Interior deve causar a manutenção do time para o jogo de volta.

"Jogamos com um time misto para dar oportunidade aos jogadores da base e a outros que não vinham sendo aproveitados e eles mostraram um ótimo trabalho. Aproveitaram a oportunidade, jogaram com o Santo André de igual para igual e saíram com resultado positivo, demonstraram que têm qualidade", elogiou o comandante da Macaca.

"A princípio este é o time que joga no sábado, mas vamos aguardar a reapresentação para decidir melhor", adiantou Marco Aurélio, confiante na confirmação da vaga na decisão da competição para o jogo de domingo, Às 18h30 (de Brasília), no Estádio Bruno José Daniel, em Santo André.

Para garantir seu lugar na final do interior e enfrentar o vencedor de Mirassol e Barueri, no entanto, Marco Aurélio tem uma preocupação: o sistema defensivo da Macaca. Na partida desta sábado, por exemplo, o time chegou a levar o empate, antes de marcar dois gols e decretar a vitória, o que deixou o comandante incomodado.

"Desde que cheguei só no primeiro jogo fizemos apenas um gol, de lá para cá foram no mínimo dois por partida. O problema é que temos tomado alguns gols que não podíamos, precisamos corrigir. Falta marcação e detalhes de ausência de experiência e treinamento, mas vamos corrigir", continuou o técnico.

A situação da Ponte Preta só não é melhor porque Cicinho contou com falha do goleiro Gilson para diminuir a vantagem - com vitória simples de 1 a 0, o Ramalhão elimina a Macaca, o que não passa pela cabeça de Marco Aurélio: "O Santo André é uma pedra no sapato, mas nós somos uma pedra no sapato dele também. E nós vamos até a casa deles para buscar resultado, marcar fechado e não deixar eles fazerem gols".


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias