iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/03 - 14:05

Santistas minimizam arbitragem e se concentram em vencer a Lusa
O zagueiro Fabiano Eller, autor do gol que causou toda a polêmica do final de semana, tratou também de minimizar a influência da arbitragem

Gazeta Esportiva

SANTOS - Os jogadores do Santos evitaram criticar abertamente a arbitragem, como aconteceu após o jogo do último sábado, quando o Peixe jogou contra o Barueri e viu um gol do zagueiro Fabiano Eller ser anulado equivocadamente pelo assistente. Segundo os santistas, apesar da decisão da arbitragem ter prejudicado a equipe, os atletas não podem ficar se preocupando com o juiz e devem se concentrar apenas em fazer uma boa preparação para a partida e derrotar a Portuguesa.

"Temos que nos concentrar em jogar futebol. Quem for o melhor vai ganhar e estamos nos preparando para isso. Nós queremos superar a Portuguesa", afirmou o volante Roberto Brum, que reconheceu a frustração que ficou para o elenco e para a torcida pelo gol mal anulado, mas destacou que tudo o que houve já faz parte do passado.

"É claro que quem compra o ingresso, dedica o seu tempo, enfeita a sua filha ou seu filho para ir assistir ao jogo e vê o seu time ser prejudicado fica triste. Só que nós temos que nos preparar e nos dedicarmos ao máximo para dar o retorno ao nosso torcedor. Estamos preocupados só com o jogo, com os detalhes que cercam esta partida. Vamos estudar a Portuguesa e procurar fazer o nosso melhor dentro de campo, pois assim, temos grandes possibilidades de vencer", analisou Brum.

O zagueiro Fabiano Eller, autor do gol que causou toda a polêmica do final de semana, tratou também de minimizar a influência da arbitragem, depois de ter ficado sabendo das declarações do elenco lusitano, preocupado com a atuação do juiz que irá comandar o duelo na Vila Belmiro.

"Na minha visão, o árbitro não teve a intenção de beneficiar ninguém. Talvez, por eles terem sido beneficiados duas vezes (Mirassol e Marília), podem achar que o árbitro queira beneficiar a nossa equipe. Mas não acredito nisso. Erros podem decidir a vida de um árbitro, se ele vai continuar apitando, por isso acredito que ele vai conduzir a partida da melhor maneira possível", disse Eller.

Para o defensor, se alguém deveria estar preocupado com a arbitragem seria o Peixe e não a Lusa. "Da mesma forma que aconteceu de infelizmente a Portuguesa ter sido beneficiada, pode acontecer novamente na quinta. Porém, nós nem estamos pensando nisso (juiz beneficiar o Santos). Até porque, se fosse pára alguém ficar com medo (da arbitragem) seria a gente e não estamos com medo. Estamos tranquilos quanto a isso. Acredito que de maneira alguma o juiz vai querer se 'queimar' por causa de uma partida", comentou.

Da mesma forma pensa Roberto Brum, que elogiou o árbitro José Henrique de Carvalho, escolhido pela Federação Paulista para apitar o jogo entre o Alvinegro Praiano e a Portuguesa na próxima quinta. "Eu não vou criticar o árbitro como alguns jogadores (da Lusa) fizeram. Ao invés de falarem do ótimo jogo que fizeram contra o Marília, eles se preocuparam em fazer uso de uma psicologia barata, antes mesmo do jogo começar. Está na hora de acabarmos com essa palhaçada no futebol, de fazer pressão contra o árbitro. Acredito no caráter desse árbitro. Tudo vai ser decidido dentro de campo e irá vencer quem for o melhor", finalizou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias