iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

23/03 - 18:21, atualizada às 21:01 23/03

Flamengo pode perder Léo Moura, Willians e Cuca; Márcio Braga volta

Jogadores e técnico foram expulsos no conturbado clássico contra o Vasco, no último domingo

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - As expulsões que o conturbado clássico entre Flamengo e Vasco rendeu neste domingo devem movimentar o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) na próxima semana. Após a derrota por 2 a 0 para o time cruzmaltino, é hora de avaliar os danos que as punições podem causar para a equipe nas próximas rodadas na Gávea.

No lado do Flamengo, foram três expulsões: Willians, Léo Moura e Cuca. O primeiro deixou o campo ao receber o segundo amarelo, e por isso deve ser denunciado com base no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por praticar ato desleal, podendo pegar até três jogos de gancho. Com Leonardo Moura, o árbitro Luiz Antonio dos Santos foi mais detalhista.

Ele relatou na súmula que o lateral "um carrinho lateral com os dois pés, atingindo o seu adversário Ramon na altura do tornozelo direito. O jogador foi expulso com cartão vermelho direto". Por isso, deve ser denunciado com base no artigo 254, por praticar jogada violenta. Nesse caso, a pena sobe para até seis jogos de suspensão.

Já o técnico Cuca, que tem histórico de expulsões por reclamação, deixou o campo aos 41 minutos do segundo tempo. "Vai tomar no c... Você é um filho da p...", disse o comandante rubro-negro, de acordo com a súmula. Por isso, sua pena pode ser mais pesada, já que deve ser denunciado em pelo menos dois artigos: 187, por ofender moralmente o árbitro; e 188, por manifestar-se de forma desrespeitosa.

Márcio Braga de volta
Suspenso por quatro anos pelo STJD depois de proferir críticas após a eliminação do Vasco na Taça Guanabara, quando a escalação irregular do meia Jefferson causou perde de pontos ao time cruzmaltino, o presidente licenciado do Flamengo, Márcio Braga, conseguiu efeito suspensivo na tarde desta segunda-feira.

O pedido feito pelos advogados do dirigente foi deferido pelo presidente do STJD, Rubens Approbato. Assim, a decisão ficará nas mãos da instância máxima do tribunal, ainda sem data marcada. Até lá, Márcio Braga poderá voltar a comandar o time rubro-negro, que passa por momento difícil na temporada - acumula tropeços e é o terceiro colocado no Grupo B da Taça Rio.


Leia mais sobre: Flamengo Márcio Braga

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Cuca, treinador do Flamengo

Cuca
Treinador pode receber punição pesada por ter ofendido moralmente Luiz Antonio dos Santos

Topo
Contador de notícias