iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/03 - 20:08

Parreira pede tempo para dar seu estilo ao Fluminense

"Acredito que com uns cinco, seis jogos, a equipe começará a apresentar o futebol que vislumbro para ela", diz técnico

Agência Estado

RIO DE JANEIRO - Carlos Alberto Parreira comandou, nesta segunda-feira, o seu primeiro treino como novo treinador do Fluminense. Ciente de que a expectativa sobre seu trabalho é enorme, tanto por parte da torcida quanto da diretoria, Parreira, campeão do mundo em 1994 com a seleção brasileira, fez um pedido de calma e alertou que será necessário um período razoável de tempo até que o time exiba sua assinatura.

Não será contra o Volta Redonda, nesta quarta, no Maracanã, que a torcida verá um novo Fluminense em campo.

“Acredito que com uns cinco, seis jogos, a equipe começará a apresentar o futebol que vislumbro para ela”, comentou Parreira, para depois falar sobre possíveis mudanças no time. "A função do treinador é fazer com que os jogadores atinjam seu nível máximo, individualmente e coletivamente. Todos terão sua oportunidade e quem aproveitar entrará no time. Serão mais de 70 jogos até o fim da temporada e todos serão observados”.

Sobre Fred, que chegou com pinta de supercraque às Laranjeiras, o técnico também foi cauteloso. Pediu paciência com o jogador, que vem de um longo período de inatividade. Mas deve ter gostado do que viu no treino desta segunda. O centroavante marcou um dos gols da vitória por 3 a 0 sobre o time de juniores.

De toda maneira, Fred não poderá estrear com a camisa contra o Volta Redonda uma vez que sua documentação ainda não chegou à Federação Carioca e o jogador não está regularizado. Parreira procurou limitar a expectativa acerca do atacante.

“Como acontece com todo jogador que fica um tempo parado, o Fred vai precisar de umas três partidas para readquirir a forma física e técnica ideal. Vamos ter paciência”, pediu Parreira, indicando que Everton Santos sai em vantagem para ser o companheiro do jogador no ataque do Fluminense.

O treinador pretende, pelo menos a princípio, montar um esquema bem ofensivo, com a utilização de apenas um volante no meio-de-campo. Com isso, a disputa pela vaga será intensa. Parreira escolherá um nome dentre Diguinho, Fabinho, Jaílton, Wellington Monteiro e Romeu. “Vou jogar com apenas um volante. Não é nada definitivo, mas vamos começar desta forma. Temos cinco jogadores no elenco para esta posição e todos de qualidade”, disse Parreira.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias