iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/02 - 23:18

Tite ressalta evolução na equipe
A atuação do Internacional na vitória por 2 a 0 sobre o Novo Hamburgo ainda este aquém do esperado, mesmo assim o treinador ficou satisfeito com seu time

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - O técnico Tite queria chegar à final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho com um bom desempenho dentro das quatro linhas. A atuação do Internacional na vitória por 2 a 0 sobre o Novo Hamburgo ainda este aquém do esperado, mesmo assim o treinador ficou satisfeito com seu time.

Os jogadores não criaram muitas oportunidades. Porém, foram efetivos na hora de arrematar. Em relação ao jogo passado contra a Ulbra, o comandante colorado viu evolução na sua equipe.

"Talvez o time pudesse ter tido um número maior de chances. O jogo foi bastante picotado. Estamos em um processo evolutivo. Torço para que a equipe mereça a vitória. Hoje, deu para ter mais harmonia", analisou.

O picotado significa com um grande número de faltas. Tite não quis entrar no mérito da questão, mas os dirigentes do Inter reclamaram bastante da arbitragem de Carlos Simon. Segundo eles, o juiz foi muito complacente com os visitantes. Chegaram a dizer que nos minutos iniciais o que se viu foi uma tourada.

Taison e D'Alessandro foram os que receberam marcação mais apertada. Sofreram inúmeras faltas. Temendo ter um jogador expulso, o técnico Paulo Turra substituiu o zagueiro Micael com 23 minutos de bola rolando. De pavio curto, ao argentino acabou recebendo cartão amarelo, que o deixará de fora da decisão, no domingo.

"Manter o sangue frio apanhando como ele apanhou é complicado", justificou o presidente Vitorio Piffero.

D'Alessandro ainda esteve envolvido em outra polêmica. No fim do jogo, o Inter teve um pênalti a seu favor. O meia deu a bola para Taison bater, mas Tite ordenou que o camisa 15 fosse para a cobrança. O argentino foi e marcou. O treinador explicou a sua decisão.

"Também quero dar a oportunidade para o Taison ser o artilheiro do campeonato. Mas há uma responsabilidade em jogo. Tem que bater quem treina mais. Minha vontade era que o Taison batesse. O D'Alessandro está mais próximo do aperfeiçoamento, por isso cobrou."

Agora, o Inter assiste de camarote o jogo entre Grêmio e Veranópolis, na sexta. Quem vencer será o adversário colorado na decisão, que será no Beira-Rio. Os dirigentes dão o jogo como jogado e já projetam o confronto com o Grêmio. Mais político, Tite prefere esperar a partida para comentar o jogo final.

 


Leia mais sobre: Internacional

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias