iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/02 - 14:19

Roberto Fernandes se mostra insatisfeito, mas acha que houve evolução

Após empate na última rodada, Náutico venceu o Porto por 1 a 0 e respirou no Campeonato Pernambucano

Gazeta Esportiva

RECIFE - Roberto Fernandes, técnico do Náutico, vem durante todo o Campeonato Pernambucano reclamando da atuação de sua equipe. Mesmo nas vitórias, o comandante do Timbu vê vários erros e chegou a dizer, no empate do dia 28 de janeiro, com o Sete de Setembro, que a atuação de seus comandados foi "uma vergonha". Nesta quarta-feira, uma luz surgiu no fim do túnel. O Alvirrubro bateu o Porto por 1 a 0 e Fernandes crê que seu time falhou algumas vezes, mas teve uma boa evolução.

"Poderíamos ter matado o jogo logo de início. O gol logo de cara foi fundamental, mas tínhamos que ter ampliado o placar, para dar mais segurança ao time. Quem assistiu ao jogo sabe que o goleiro do Porto teve muito mais trabalho que o nosso" afirmou Roberto Fernandes após a partida, que ainda reclamou da carga excessiva de jogos. "Faz um mês que estamos jogando de três em três dias. Ao final desta partida (contra o Porto) os jogadores estavam no limite."

O comandante do Timbu mostra estar consciente que massa alvirrubra tem maiores expectativas em relação ao seu time. "A torcida espera mais de nós. Estamos trabalhando e já vi uma evolução, diferente do jogo contra o Petrolina (último dia 7), quando praticamente não entramos em campo."

O próximo jogo do Náutico é neste sábado, contra o rival Sport. O Leão já se sagrou como campeão do primeiro turno do Campeonato Pernambucano, depois de vencer o Central nesta quarta-feira. Mas devido a grande rivalidade envolvida, ambas as partes já disseram que querem muito a vitória.


Leia mais sobre: Náutico

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias