iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/01 - 13:56

São-paulinos assumem afobação, mas só enquanto a bola não rolar
Passada a estreia no Paulistão, André Dias prevê muitas melhoras no São Paulo até a estreia na Libertadores

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O elenco tricampeão nacional ainda sente o peso de estrear em uma temporada. Antes de entrar em campo pela primeira vez em 2009, o São Paulo admitiu nesta segunda-feira que os últimos momentos de preparação vêm sendo marcados por uma certa ansiedade no elenco tricolor.

Mas esse nervosismo, garantem os atletas, já tem um momento para ser extinto: às 19h30 de quarta-feira, assim que começar o confronto com o Ituano no Morumbi, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

O São Paulo iniciou os treinamentos apenas na última segunda-feira, dia 12 de janeiro. Restam ainda apenas duas sessões antes do duelo com o Ituano: nas tardes desta segunda e terça. Os demais rivais do Tricolor tiveram mais tempo para se ajustar: o Corinthians, por exemplo, se reapresentou ainda em 2008, em 26 de dezembro.

“As equipes do interior e os outros grandes do Estado começaram a fazer o trabalho físico antes da gente”, comentou o volante Richarlyson. “É normal que tenhamos esse nervosismo. Mas treinar é uma coisa e jogar, outra. Espero que tenhamos a cabeça bem preparada neste início de preparação e saibamos que, dentro de campo, são 11 contra a 11. Assim que pisarmos no gramado, vamos esquecer a ansiedade e jogar”, emendou.

O zagueiro André Dias concordou com Richarlyson e lembrou o jogo-treino realizado pelo São Paulo neste domingo, no empate por 1 a 1 com o São Bernardo, e mostrou que o entrosamento está bom no grupo de Muricy Ramalho. Até mesmo no discurso.

“Ficou visível uma afobação ontem (domingo) por ser o primeiro amistoso. Às vezes você quer fazer alguma coisa que não é capaz, como bater na bola de determinado jeito”, ponderou o zagueiro. “Mas essa ansiedade acaba quando a bola rola. Você esquece tudo”, acrescentou.

Passada a estreia no Paulistão nesta quarta, André Dias prevê muitas melhoras no São Paulo até 18 de fevereiro, na primeira partida tricolor na Copa Libertadores da América – contra o vencedor da briga entre Independiente de Medelin (Colômbia) e Peñarol (Uruguai), que disputam a última vaga do grupo 2.

“Com cinco ou seis jogos tudo fica mais fácil, até mesmo noção de marcação. Estaremos muito melhores do Ituano até o primeiro jogo da Libertadores. Vamos começar o Paulista de um jeito e o torneio continental, de outro”, garantiu o zagueiro.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias