iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/12 - 19:11

Vasco perde para o Vitória e está rebaixado para a Série B

Time cruzmaltino não conseguiu uma vitória em casa e terá que disputar a 2ª divisão do Campeonato Brasileiro em 2009

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Vasco escreveu na tarde deste domingo o mais triste capítulo de sua centenária história ao ser derrotado por 2 a 0 pelo Vitória, em São Januário, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado o Cruzmaltino, que fez apenas 40 pontos ao longo da competição, viu ser sacramentado seu rebaixamento para a Segunda Divisão.

Após o apito final, um homem subiu na cobertura das arquibancadas de São Januário para tentar se jogar. O torcedor não identificado obteve acesso à cobertura e ameaçou se jogar da elevada altura. Os bombeiros e alguns torcedores, no entanto, agiram rapidamente e conseguiram impedir a tragédia. O torcedor foi imobilizado e teve as pernas e braços amarrados. Leia mais sobre o fato.

A queda vem num ano tumultuado para o clube carioca, que trocou de presidente no meio do Brasileirão. Roberto Dinamite assumiu os rumos na Colina e agora terá de reconduzir o Vasco à elite nacional. Leandro Domingues e Adriano fizeram os gols que levaram os baianos aos 52 pontos. Assista:





O confronto deste domingo marcou a despedida do atacante Edmundo do futebol. O Animal deixou o clube no dia mais triste da história vascaína, tendo abalada a sua trajetória na Colina, marcada pela conquista de títulos importantes. Um reflexo do que se viu em São Januário neste domingo foi o choro no banco de reservas de Pedrinho, outro ídolo cruzmaltino.

O jogo
O Vasco estava visivelmente nervoso em campo, mas mesmo assim chegava ao ataque na base da raça e disposição. Tanto que assustou aos 8 minutos, quando Edmundo cobrou falta, a zaga afastou para a entrada da área e Alex Teixeira chutou para boa defesa do goleiro Gléguer.

Melhor postado em campo, o Vitória era muito perigoso nos contra-ataques e, num deles, aos 10 minutos, Leandro Domingues se livrou da zaga e chutou para fora. A torcida vascaína, muito nervosa, até chegou a comemorar aos 22 minutos, pois Mádson chutou, Edmundo desviou, o goleiro deu rebote e Alex Teixeira chutou para o fundo da rede. Mas o árbitro Alício Pena Júnior corretamente marcou impedimento do ataque vascaíno.

O gol anulado era um aviso do que ainda estava por vir de ruim para o Vasco no primeiro tempo. Aos 24 minutos, o Vitória, explorando a velocidade de seus homens de frente, abriu o marcador. Willians puxou contra-ataque pela esquerda, tocou para Marquinhos, que rolou para o chute certeiro de Leandro Domingues.

Por muito pouco o Vitória não ampliou aos 29. Leandro Domingues recebeu no meio da zaga, chegou a driblar o goleiro Rafael, mas perdeu o tempo da jogada e saiu com a bola pela linha de fundo. Dois minutos depois foi a vez de Leonardo Silva, após cobrança de escanteio, cabecear sobre o gol.

Nervoso, o Vasco só levava perigo em chutes de fora da área, como um de Mádson, aos 39 minutos, que fez a bola passar à direita do goleiro.

Na volta para o segundo tempo, o Vasco parecia mais firme e iniciou uma forte pressão, desperdiçando, em seqüência, grandes oportunidades. Aos 5 minutos Edmundo cabeceou na pequena área e Gléguer fez grande defesa. Dois minutos depois, Edmundo cobrou falta, Jackson desviou para fora, quase marcando contra. Aos 10, novamente Edmundo, na grande área, chutou à direita do goleiro.

O Vasco seguia pressionando e por muito pouco não marcou aos 15, quando Mádson cobrou falta e Gléguer fez grande defesa. Aos 26, o camisa 1 do Vitória voltou a salvar seu time, num chute cruzado de Faioli. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio, Jorge Luiz cabeceou sobre o gol.

Mas se seguia firme em busca do empate, o Vasco se descuidou da defesa e acabou levando o segundo gol aos 29 minutos. Ricardinho chutou cruzado, o goleiro tentou salvar, mas Adriano mandou para o fundo da rede.

Depois disso o Vasco, sem forças, tentou em vão a reação, mas o placar acabou sem nenhuma alteração. Pior para a torcida vascaína, que deixou o estádio hostilizando Roberto Dinamite, Eurico Miranda e os atletas.

 

FICHA TÉCNICA (Veja como foi o jogo lance a lance)
VASCO 0 X 2 VITÓRIA

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 7 de dezembro de 2008 (domingo)
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (Fifa-MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Helberth Costa Andrade (MG)
Cartões amarelos: Odvan e Mádson (Vasco)

Gols:
VITÓRIA:
Leandro Domingues aos 24 minutos do primeiro tempo e Adriano aos 29 minutos do segundo tempo

VASCO: Rafael, Wagner Diniz, Jorge Luiz, Odvan e Johnny (Leandro Bonfim); Jonílson, Mateus (Faioli), Mádson e Alex Teixeira; Leandro Amaral e Edmundo
Técnico: Renato Gaúcho

VITÓRIA: Gléguer, Wallace, Marcelo Batatais e Leonardo Silva; Jackson (Claiton Domingues), Vanderson, Renan, Leandro Domingues, Willans (Ricardinho) e Marcelo Cordeiro; Marquinhos (Adriano)
Técnico: Vagner Mancini


Veja os outros jogos da rodada:


Leia mais sobre: Vasco Vitória Campeonato Brasileiro



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Drama em São Januário
Um torcedor obteve acesso à cobertura e ameaçou se jogar da elevada altura

Topo