iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/12 - 11:10

Ministério Público confirma que denúncia partiu da FPF

O órgão emitiu uma nota oficial dizendo que recebeu de Marco Polo del Nero a indicação em relação a suposta manipulação do resultado de São Paulo x Goiás

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Ministério Público do Estado de São Paulo emitiu comunicado oficial neste domingo para se posicionar sobre a suspeita de tentativa de manipulação de resultados na partida entre São Paulo e Goiás, pelo Campeonato Brasileiro. De acordo com as informações veiculadas da nota, a suspeita partiu do presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo del Nero, que comunicou às autoridades na sexta-feira.

“O presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo del Nero, procurou os promotores do Grupo de Atuação Especial de Prevenção e Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), núcleo da Capital, que atuaram no caso da chamada 'Máfia do Apito'. O presidente da FPF relatou, na ocasião, sua preocupação com relação à suposta tentativa de manipulação de resultado do jogo entre Goiás e São Paulo”, informa o comunicado do MP.

A suspeita resultou no afastamento do árbitro Wagner Tardelli da partida que irá decidir o título do Brasileirão. Na seqüência do comunicado, o Ministério Público revela a resposta que deu ao dirigente da FPF.

“Diante do relato, os promotores do Gaeco sugeriram ao presidente da FPF que a questão fosse comunicada à Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF)”, acrescentou a nota do MP, que não voltará a se pronunciar até que o caso seja apurado.


Leia mais sobre: São Paulo Goiás Brasileirão



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo