iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/12 - 20:09

Em clima de festa, Inter enfrenta desesperado Figueirense

Figueira tem de vencer e torcer para que Atlético-PR ou Náutico tropecem para se manter na Série A

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - O desespero e a tranqüilidade duelarão neste domingo no Orlando Scarpelli. Para o Figueirense só a vitória interessa na partida que começa às 17 horas (Brasília).

Qualquer outro resultado rebaixará o clube de divisão. O adversário será um relaxado Inter. Os gaúchos recém conquistaram a Copa Sul-americana e não ambicionam mais nada na rodada final do Campeonato Brasileiro. O jogo terá cara de final, mas só para um dos lados.

A situação é complicada para os donos da casa. Os catarinenses não dependem só de si para evitarem o descenso. Para eles não terminarem entre os quatro últimos, é necessário que ou Atlético-PR ou Náutico percam. O Furacão recebe o Flamengo na Arena da Baixada, enquanto o Timbu joga na Vila Belmiro diante do Santos. O quadro piora e ganha dramaticidade, pois o maior rival, o Avaí, conseguiu o seu acesso à elite neste ano.O Figueirense está desde 2002 na Primeira Divisão e nunca havia ficado em situação tão dramática neste período.

A principal dúvida do técnico Pintado para a partida era o meia Cleiton Xavier. O principal jogador do time tem contrato com o Inter e pelo acordo de cavalheiros não poderia participar do confronto decisivo. Porém, a diretoria do clube liberou a sua escalação e deverá pagar uma multa ao Colorado. O jogo marcará a sua despedida do clube, já que ele está acertado para defender o Palmeiras em 2009.

A vitória na Sul-americana do adversário foi vista com bons olhos pelos jogadores do Figueira. Acredita-se que o time do Inter, que será misto, estará menos comprometido com a partida. “Melhor o Inter campeão sul-americano. A gente sabe que não é do jogador quando é campeão, mas há um relaxamento natural, isso é normal. Eu já fui campeão outras vezes e sempre na próxima partida há um relaxamento”, opinou o zagueiro Alex.

No Inter, o clima já é de férias. Os principais jogadores do elenco já entraram no seu período de descanso - ao todo, sete aparecerão no Beira-Rio novamente só em 2009. Além disso, mesmo o time reserva terá pelo menos três desfalques: Daniel Carvalho, que não deve mais jogar pelo clube; Taison e Danny Morais, que participaram na conquista do título continental e estão suspenso.

Tite dará uma oportunidade para Valter como titular, já que nem Nilmar e nem Alex estarão em campo. Seu companheiro no setor ofensivo será Tales Cunha, que pela primeira vez será titular com a camisa colorada. O volante Sandro, que começaria a partida, ficou de fora da delegação – no último treino em Porto Alegre, ele sentiu uma tontura e foi poupado.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X INTERNACIONAL

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 7 de dezembro de 2008, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Edmilson Corona e Émerson Augusto de Carvalho (ambos da Fifa e de SP)

FIGUEIRENSE: Wilson; Gomes, Alex e Bruno Perone; Anderson Luís, Leandro Carvalho, Marquinho, Cleiton Xavier, William Matheus; Tadeu e Rafael Coelho.
Técnico: Pintado

INTERNACIONAL: Lauro; Ricardo Lopes, Bolívar, Álvaro e Gustavo Nery; Maycon, Guiñazu, Rosinei e Andrezinho, Valter e Tales Cunha
Técnico: Tite


Leia mais sobre: Figueirense Internacional Brasileirão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias