iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/12 - 11:04

Despedida tricolor tem clima tranqüilo; Miranda visa “vingança”
Delegação são-paulina fica concentrada no Centro de Treinamentos até depois do almoço e embarca para Brasília até às 14h

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Ao contrário do que aconteceu no último sábado, quando o Centro de Treinamentos são-paulino foi invadido por dezenas de torcedores, mulheres e crianças no treino que antecedeu o duelo contra o Fluminense, a véspera da decisão contra o Goiás foi tranqüila.

Enquanto os jogadores disputavam o último rachão do ano no campo principal do CCT, poucos torcedores dividiam o espaço da sala de imprensa com os jornalistas que acompanhavam a atividade do grupo comandado por Muricy Ramalho.

Terminado o treinamento, o zagueiro Miranda, único a conversar com os jornalistas nesta manhã, comentou o resultado do último rachão de 2008 e prometeu “vingar” a derrota no CCT diante dos goianos.

“O rachão é um momento de descontração. O jogador esquece um pouco da partida, tira a tensão do jogo. Mas acabou por ali e agora é pensar no Goiás. Meu time perdeu o rachão, mas o importante é ganhar amanhã (domingo). O importante é o título”, avisou o camisa cinco.

A delegação são-paulina ficará concentrada no Centro de Treinamentos até depois do almoço. Segundo a assessoria de imprensa, o embarque para Brasília está previsto para as 14 horas, no Aeroporto de Congonhas. O retorno do Tricolor à capital paulista será no domingo, com chegada prevista em Cumbica para as 23h30.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo