iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/12 - 19:37

Fora em 2006 e 2007, Pierre revela obsessão pela Libertadores

Chance de disputar o torneio traz grande ansiedade ao atleta, que poderia ter participado nos dois anos anteriores

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A classificação do Palmeiras à Libertadores da América de 2009 - no compromisso diante do Botafogo - é uma questão de honra para o volante Pierre. A chance de disputar o torneio continental traz uma grande ansiedade ao atleta, que poderia ter participado da competição nos dois anos anteriores.

Em 2006, Pierre chegou a garantir presença na Libertadores pelo Paraná Clube, mas, na seqüência, acertou a transferência ao Palmeiras. No ano seguinte, o Verdão teve tudo para ficar com a vaga, mas fracassou na última rodada do Campeonato Brasileiro diante do Atlético-MG.

“É uma competição que todos pensam em jogar. Eu atuei na Copa Sul-americana, mas não é igual. Tenho o desejo pessoal e quero entrar forte ano que vem na Libertadores para ser até campeão”, afirma o camisa cinco.

Como todo o elenco do Palmeiras, Pierre está ciente que a pressão é forte pela vitória ante o Botafogo, um adversário sem responsabilidade. “Tranqüilidade é só depois da vaga, no dia 7 de dezembro, agora não é momento de relaxamento. O Vanderlei cobrou muito e não quer ninguém pensando em férias”, confirma.

Pierre ressalta que Luxemburgo fez um bom trabalho psicológico com o grupo alviverde nesta semana. Portanto, segundo o volante, os jogadores carregam um sentimento positivo para entrar em campo e carimbar o passaporte na Libertadores.

“A motivação está lá em cima, concordo com o Vanderlei que é o jogo do ano. Todos sonham em disputar a Libertadores e vou fazer de tudo para colocar Palmeiras lá”, reiterou o otimista Pierre, um dos grandes ídolos da torcida palmeirense.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo