iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

05/12 - 15:47

Cruzeiro x Portuguesa tem 17 mil ingressos vendidos no primeiro dia

Diretoria fez promoção de ingressos: até sábado, entradas para geral custam R$ 5 e para anéis superior e inferior, R$ 10

Gazeta Esportiva

BLEO HORIZONTE - A expectativa para a partida entre Cruzeiro e Portuguesa, que acontece neste domingo, no Mineirão, aumenta a cada dia na capital mineira. Nesta quinta-feira, primeiro dia de venda, 17 mil ingressos foram vendidos para o confronto que pode definir a vaga cruzeirense para a Copa Libertadores de 2009.

Para lotar a casa, a diretoria resolver fazer promoção de ingressos: até sábado, as entradas para a geral custam R$ 5, enquanto o preço para os anéis superior e inferior está em R$ 10. A cadeira especial não sofreu alteração e segue custando R$ 35. Meias-entradas serão vendidas a estudantes, menores de 12 anos e maiores de 60 anos, com a apresentação obrigatória dos devidos documentos.

O torcedor ainda terá de contribuir com 1kg de alimento não perecível que será arrecadado para ajudar as vítimas em Santa Catarina. As vendas seguirão até o domingo, quando os preços serão aumentados. A expectativa, no entanto, é de que os ingressos se esgotem antes para o decisivo confronto.

Os pontos de venda para o confronto são: Sede Campestre (rua das Canárias, 254, Pampulha), no Ginásio do Barro Preto (rua Ouro Preto s/n), na bilheteria 1 do Mineirão (av. Abraão Caram, 1000), na Loja Cruzeiro Mania do Barreiro (av. Sinfrônio Brochado, 125) e na Loja Cruzeiro Mania da Savassi (av. do Contorno, 6605).

O Cruzeiro é quarto colocado no Campeonato Brasileiro, com 64 pontos, mesma pontuação do Flamengo, quinto lugar. Ambos lutam com o Palmeiras por duas vagas para a Copa Libertadores, e uma vitória no Mineirão garante a Raposa na competição. Já a Portuguesa não tem pretensões para o confronto, já que já foi rebaixada.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo