iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

04/12 - 01:35

Jogadores do Estudantes criticam atuação de árbitro em final da Sul-Americana

Veterano meia Juan Sebástian Verón afirmou que equipe lutou contra 'fatores externos', na grande final

EFE

PORTO ALEGRE - Os jogadores do Estudiantes deixaram o gramado do Beira-Rio revoltados com a atuação do árbitro uruguaio Jorge Larrionda na partida contra o Internacional, pela volta da final da Copa Sul-Americana.

O empate em 1 a 1 garantiu o título aos gaúchos, que tinham vencido por 1 a 0 na ida.

O meia Juan Sebástian Verón, capitão do Estudiantes, disse que sua equipe teve que lutar contra "fatores externos".

"Fizemos um esforço bárbaro e árbitro acabou com isso. Tivemos que lutar contra fatores externos, hoje foi demais", disse.

O veterano jogador se mostrou satisfeito com a atuação do Estudiantes em Porto Alegre.

"Nossa equipe demonstrou personalidade, foi superior, mas acabou sofrendo com o cansaço", disse.

"Tínhamos declarado que, se fosse para perder, deveria acontecer desta forma. Não há motivo para recriminar a equipe, exceto não ter feito mais um gol", acrescentou.

Por sua vez, o técnico Leonardo Astrada se disse "orgulhoso do grupo" e afirmou que o Estudiantes "foi superior ao Inter, mesmo jogando como visitante".

O zagueiro Leandro Desábato lamentou que o título tenha escapado nos minutos finais. A vitória parcial de 1 a 0 levaria a partida para a disputa por pênaltis.

"Faltaram cinco minutos para segurar o resultado", disse.

Nilmar marcou o gol do Inter aos oito minutos do segundo tempo da prorrogação e garantiu o título da equipe gaúcha.


Leia mais sobre: Internacional Sebástian Verón



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo