iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/12 - 09:39

Sem mágica, Muricy aposta em rotina de trabalho
“Não existe esse negócio de repetir alguma coisa porque deu certo em um jogo, não tenho essa de repetir cueca", explicou o técnico do tricolor paulista

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O técnico Muricy Ramalho não planeja fazer qualquer atividade diferente nesta semana decisiva para o jogo contra o Goiás. A apenas um ponto de se tornar campeão brasileiro, o comandante são-paulino explicou que precisa apenas manter a rotina de treinamentos para deixar a equipe preparada para o compromisso no estádio Bezerrão, no Distrito Federal.

“Não existe esse negócio de repetir alguma coisa porque deu certo em um jogo, não tenho essa de repetir cueca. O que há é o planejamento para o jogo contra Goiás. Esta é uma rotina, não preciso falar para o jogador que ele precisa chegar na hora ao treino. Isso é uma coisa pré-estabelecida e funciona como um relógio. A disciplina é tudo igual, não muda nada”, comentou.

Pela programação anunciada pelo clube, a rotina de treinos realmente será mantida como a das outras semanas. Depois de treinar em dois períodos na terça, a equipe volta a ter duas atividades nesta quarta. Já na quinta, o treino acontece apenas pela manhã. Na sexta, os atletas se apresentam para atividade à tarde e ficam direto para a concentração, que acontece em um hotel dentro do CT da Barra Funda.

No sábado, Muricy comanda o último treino pela manhã, e a delegação embarca logo depois para o compromisso no Distrito Federal. Com a rotina garantida, o comandante explicou que não há outra coisa a fazer senão treinar.

“Não existe mágica no futebol e conversa não resolve muita coisa, é preciso trabalhar. A ansiedade só vai embora com trabalho, e não com conversa”, justificou.

Líder isolado do Brasileirão, o São Paulo precisa de um empate com o Goiás, no domingo, para conquistar seu sexto título nacional.


Leia mais sobre: Muricy Ramalho São Paulo Goiás



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo