iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/12 - 09:29

Perdigão: "Se eu ficar, não vai ser porque sou bonitinho"

Volante reserva do Corinthians ressaltou que tem qualidades que vão além de seu cabelo enrolado

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O volante Perdigão é um dos jogadores do Corinthians com futuro incerto em 2009. Contratado no início deste ano, o experiente jogador não conseguiu se firmar como titular e perdeu espaço ao longo da temporada. Porém, sua irreverência e bom humor sempre são elogiados pelos companheiros e o próprio técnico Mano Menezes.

Curiosamente, porém, Perdigão se mostra insatisfeito com a situação e quer continuar no time alvinegro por causa de seu desempenho em campo, e não fora dele. “Se ficar no Corinthians não vai ser porque sou bonitinho, tenho cabelo enrolado. Se eu ficar é porque tenho qualidade”, desabafou o volante, em entrevista à Rádio Record.

“Como tenho 31 anos, eu sei separar as coisas. Não é porque sou bom de grupo que meu futebol é ruim, até porque desde 2005 conquistei muitos títulos. Graças a Deus sou resolvido nessa parte e o que tiver que acontecer será o melhor”, previu. Perdigão, porém, admitiu que seu futebol tem pontos fracos. Mas como outro jogador qualquer.

“Tenho minhas limitações como todo mundo tem. Mas, se você joga no Corinthians, é porque tem qualidade. Quem joga no Milan tem limitações, quem joga na Inter de Milão também tem. Todo ser humano tem limitações”, filosofou.

Mesmo sem ser muito aproveitado, o atleta fez um balanço positivo da temporada por ter conquistado a confiança do grupo e o time, da torcida. “É bom ser uma pessoa de grupo. Mostra a transparência da pessoa, o jeito como foi criada, educada. Quando cheguei ao Corinthians no início do ano o ambiente não era bom, todo mundo duvidava da gente”, recordou, lembrando do rebaixamento à Série B e da estréia do time em 2008.

“No primeiro jogo do ano, contra o Guarani (vitória por 3 a 0, pelo Paulistão), nunca vou me esquecer que a torcida estava protestando quando a gente descia do ônibus. Quero no ano que vem ajudar como ajudei neste ano”, revelou. Perdigão, aliás, espera que seu futuro no clube seja definida até o final desta semana.

“A pessoa que cuida dessa área para mim está em contato com o Corinthians e até sexta-feira deve ter um parecer. Todos sabem da minha vontade de ficar. Fiquei para a Série B e em 2009, como se diz na língua dos boleiros, será o filé”, brincou o sempre irreverente volante.


Leia mais sobre: Corinthians Perdigão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

perdigão corinthians

Balanço positivo
Mesmo insatisfeito, Perdigão acredita que é uma "pessoa do grupo" no Corinthians

Topo
Contador de notícias