iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

03/12 - 13:54

Liverpool não será punido por apoio da torcida a condenado por assassinato

Torcida mostrou cartazes de apoio a Michael Shields, torcedor do clube preso em 2005 por tentativa de assassinato

EFE

LONDRES (Inglaterra) - A federação inglesa de futebol não punirá o Liverpool pelo comportamento de sua torcida na partida de segunda diante do West Ham, pelo Campeonato Inglês, ao mostrar cartazes de apoio a Michael Shields, torcedor do clube preso em 2005 por tentativa de assassinato.

Torcedores nas arquibancadas do estádio Anfield Road mostraram cartazes com frases como "libertem Michael já" ainda no aquecimento da partida, válida pela 15ª rodada do Inglês.

Michael Shields foi condenado a dez anos de prisão por tentativa de assassinato e preso na Bulgária, mas posteriormente obteve permissão para cumprir o restante da pena no Reino Unido.

Ele foi processado pela tentativa de assassinato do garçom Martin Georgiev durante uma briga enquanto passava suas férias numa cidade às costas do Mar Negro.

O torcedor do Liverpool, que sempre se declarou inocente, foi ao local para acompanhar pela televisão a final da Liga dos Campeões vencida por sua equipe diante do Milan, em Istambul.

Shields foi condenado a 15 anos de prisão - pena que já caiu para dez - e uma multa de 130.000 euros.

"Falamos com o Liverpool sobre o assunto. Temos consciência de que o caso de Michael Shields é muito tocante e afeta bastante grande parte da torcida. Não adotaremos medidas formais", comentou um porta-voz da federação.

Em novembro, um juiz do Tribunal Superior de Londres decidiu que o caso de Shields seria analisado novamente por três juízes. Amanhã será feita uma audiência para revisá-lo.


Leia mais sobre: Michael Shields Liverpool



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo